ELEIÇÕES 2020. Avante abandona Frente Trabalhista

ELEIÇÕES 2020. Avante abandona Frente Trabalhista

Por MAIQUEL ROSAURO (com imagem de Reprodução), da Equipe do Site

ELEIÇÕES 2020. Avante abandona Frente Trabalhista - maiquel-avante-1A Frente Ampla, Democrática e Trabalhista perdeu mais uma sigla. Após a saída do PROS (AQUI), quem deixou o partido foi o Avante.

Em nota (imagem ao lado) divulgada no Facebook, o Avante afirmou que um dos fatores determinantes para a saída foi a indecisão quanto à composição à chapa majoritária. Na prática, a legenda culpou o PSB, uma vez que com a chegada de Fabiano Pereira, o então pré-candidato a prefeito da frente, Marcelo Bisogno (PDT), recuou de sua intenção a fim de manter a unidade da aliança.

“O que acordamos, lá atrás, era que Bisogno seria o nome de cabeça de chapa. E, como já publicado, tínhamos a intenção de compor com um nome próprio para vice, respeitando, obviamente, os demais partidos em uma justa disputa de nomes”, diz na nota o presidente municipal do Avante, Moacir Alves.

Embora afirme que irá adotar postura de neutralidade, a tendência é de que o Avante integre a frente liderada pelo pré-candidato a prefeito Sergio Cechin (PP), que conta com apoio de PP, MDB, PL e Podemos. O PROS chegou a anunciar sua entrada no grupo, mas foi desautorizado pelo seu presidente estadual Rodrigo Maroni (AQUI).

Debandada

Com a saída da Frente Trabalhista, o Avante conta uma debandada de pré-candidatos à vereança. Ao menos quatro nomes prometem desfiliação da sigla.

O grupo de descontentes é liderado pelo pré-candidato Luiz Claudio Soriano Figueiredo, que ingressou no Avante por articulação de Bisogno.

Éramos Sete

A Frente Trabalhista, que já teve sete siglas, agora conta com cinco: PDT, PTB, PCdoB, PSB e Rede Sustentabilidade.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *