Câmara de VereadoresCidadaniaSaúde

CÂMARA. Vereadores votam projeto que concede “meia entrada” em eventos, para doador de sangue

Projeto de Deili Silva atualiza legislação de 2012 – que valia para eventos culturais. Agora, também se inserem eventos esportivos e de lazer

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Allysson Marafiga/AICV), da Equipe do Site

O Legislativo de Santa Maria colocará em votação, na manhã desta quinta-feira (18), projeto da vereadora Deili Silva (PSD) que institui o pagamento de meia-entrada aos doadores de sangue em eventos culturais, esportivos e de lazer no município. A lei abrangerá tanto eventos realizados em espaços públicos como privados.

O projeto considera como doador de sangue os cidadãos que possuam registro em hemocentros e bancos de sangue identificados com documento oficial e expedido por entidade credenciada.

A iniciativa revoga a Lei Municipal 4619/2002, que assegurava aos doadores de sangue o pagamento de meia-entrada no ingresso em casas de diversões, espetáculos teatrais, musicais, circenses, salões de bailes, cinemas, praças esportivas e similares, quando em eventos promovidos pelo Município.

Na Justificativa da proposta, Deili alega que o objetivo de atualizar a legislação contribui para o ato de salvar vidas. Além disso, a proposta visa a incentivar e conscientizar a população para a doação de sangue, assim como criar mecanismos que despertem o interesse pelo ato.

“Busca-se valorizar estes cidadãos atualizando o incentivo à meia-entrada, anteriormente previsto apenas para eventos culturais, estendendo-se, este, a eventos esportivos e também de lazer realizados no âmbito do Município”, afirma Deili.

Ainda conforme o projeto, os estabelecimentos privados atingidos pela lei poderão ser reconhecidos pelo selo “Amigo da Vida”.

Para ser tornar lei, a proposta precisa ser aprovada em Plenário e sancionada pelo prefeito Jorge Pozzobom (PSDB).

Para conferir o texto na íntegra, clique AQUI.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Como tem pessoas que gostam de se servir das coisas dos outros , porque que não pega 30 % do seu salario de vereadora e compra ingressos para as pessoas doadoras. Simples…eu sempre doei por amor , nunca por meia entrada e se fosse o caso não doaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo