ELEIÇÕES 2020. Frente Trabalhista fica sem o PTB, que abandonou a coligação sem esconder as divergências

ELEIÇÕES 2020. Frente Trabalhista fica sem o PTB, que abandonou a coligação sem esconder as divergências

ELEIÇÕES 2020. Frente Trabalhista fica sem o PTB, que abandonou a coligação sem esconder as divergências - 2c347d98-maiquel-ptbjpg

Relacionamento entre os partidos até que durou alguns meses, mas não foi forte o suficiente para manter o PTB na Frente Trabalhista

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Divulgação), da Equipe do Site

O Dia dos Namorados foi marcado pelo fim do casamento entre o PTB e a Frente, Ampla, Democrática e Trabalhista. A legenda agora debaterá internamente seu futuro rumo ao pleito majoritário e não descarta lançar candidatura própria.

Conforme o Site havia antecipado com exclusividade na quarta-feira (10), o PTB reavaliava sua continuidade na Frente Trabalhista, ao mesmo tempo em que era assediado por PSDB e Progressistas (AQUI). Nesta sexta (12), a sigla bateu o martelo e expôs que a saída do grupo trabalhista não foi das mais amigáveis.

“Não concordando em somente discutir cargos, pois se esse fosse o objetivo do partido estaríamos no governo atual”, diz trecho da nota assinada pelo presidente municipal, Jair Binotto.

Caso a legenda confirme a candidatura própria, Binotto e o vereador Ovidio Mayer (PTB) são os mais contados para concorrer à Prefeitura. A expectativa é de que a decisão saia em dez dias.

Nos bastidores, a aposta é de que o PTB junte-se à Frente Abraça Santa Maria, hoje composta por PP, MDB, PL, Podemos, Avante e Solidariedade, que tem como pré-candidato a prefeito Sergio Cechin (PP) e como vice Francisco Harrisson (MDB).

Por outro lado, a Frente Trabalhista perde a sua terceira legenda. Os dois primeiros a pedirem as contas foram o PROS e o Avante. Ou seja, três siglas de Centro desembarcaram do outrora Frentão, que fica menos trabalhista e mais à esquerda no espectro ideológico. Seguem firmes no grupo liderado por Marcelo Bisogno (PDT) e Fabiano Pereira (PSB): PDT, PCdoB, PSB, Rede Sustentabilidade e PV.

Confira na íntegra nota divulgada pelo PTB/SM:

Comunicado:

Informamos a todos os santa-marienses que o PTB de Santa Maria não concordando em somente discutir cargos, pois se esse fosse o objetivo do partido estaríamos no governo atual, pois queremos discutir um projeto para todo o município. Por isso decidiu avaliar e propor internamente candidatura própria nas próximas eleições. Agradecemos o convívio sempre respeitoso que tivemos e informamos que não fizemos mais parte da Frente Trabalhista.                               

Jair Binotto

Presidente do PTB de Santa Maria



3 comentários

    • Rose

      Deve ser….mas esses interésses com PT ninguem quer pelo visto e acompanhado por aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *