CIDADE. Prefeitura apresenta projeto da perimetral que, na zona sul, ligará a BR-392 à Estrada de Pains

CIDADE. Prefeitura apresenta projeto da perimetral que, na zona sul, ligará a BR-392 à Estrada de Pains

CIDADE. Prefeitura apresenta projeto da perimetral que, na zona sul, ligará a BR-392 à Estrada de Pains - 566ae343-prefeitura-perimetral

Prefeitura Municipal apresenta o projeto da nova perimetral que vai ligar a BR-392 até a Estrada de Pains, na zona sul da cidade

Da Superintendência de Comunicação da Prefeitura, com foto de ARIÉLI ZIEGLER

A Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Estruturação e Regularização Urbana, apresentou, na sexta-feira, o projeto da nova perimetral. A via vai ligar a BR-392 até a Estrada de Pains, no distrito de mesmo nome. O projeto está a cargo da empresa Encop, de Porto Alegre, e a obra terá investimento no valor de R$ 43.758.935,18. O prazo de execução é de 24 meses.

A perimetral terá seis quilômetros de extensão com oito intersecções. Será uma importante e grandiosa obra que irá facilitar o deslocamento entre as regiões Sul e Leste da cidade. Principalmente, o tráfego de veículos que trafegam pela BR-392 em direção ao Bairro Camobi, desafogando outras vias, como as faixas Velha e Nova de Camobi. O acesso via transporte coletivo, entre as regiões, também será facilitado. O objetivo da perimetral é interligar os bairros Tomazetti, Lorenzi, Diácono João Luiz Pozzobom, Camobi e Pains. O projeto prevê paisagismo e urbanização, iluminação pública, sinalização e segurança viária, ciclovias, uma em cada sentido da via, pavimentadas em concreto, passeios para pedestres em concreto, tráfego de ônibus, caminhões de coleta lixos e veículos.

Os próximos passos das tratativas são a aprovação do projeto pela RGE, Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e desapropriações de acordo com critérios definidos pela fiscalização e análise técnica da Prefeitura. Depois de cumpridas essas etapas, será aberto o processo de licitação da obra.
O secretário de Estruturação e Regulação Urbana, José Antônio de Azevedo Gomes, presente na reunião, falou da grandeza do projeto.

“A perimetral terá uma riqueza de detalhes que vai qualificar ainda mais aquela área e o futuro da cidade. Podemos citar como exemplo o que é a Avenida Hélvio Basso hoje e o que era há 10 anos, é outra realidade. Essa obra vai pelo mesmo caminho só pelo número de interessados em fase de projeto, fazendo consulta ao IPLAN, já demonstra que o empreendimento terá o sucesso garantido para uma cidade como Santa Maria”.

O engenheiro civil da pasta, Luis Fernando Vieira, comentou que já foi realizada uma reunião para fazer ajustes finais.

“Todas as interferências já tratamos agora para que depois, durante a fase de execução, não haja transtornos e paralisação da obra”.

A apresentação foi realizada no Gabinete de Governança, e contou, ainda, com o presidente do Instituto de Planejamento de Santa Maria (Iplan), Daniel Pereyron, os engenheiros civis da Encop, Eduardo Goulart e Thiago Araldi, Superintendente Regional da Corsan, José Roberto Epstein, Gestora da Corsan Santa Maria, Andréia Zanini, Consultora de Negócios da RGE, Mari Lúcia dos Santos, arquiteto Júlio Silva Neto, engenheiro civil Marcelo Fantinelli Rossés, engenheiro elétrico Cezar Augusto Vaz Bastianello e o Engenheiro Florestal Luiz Geraldo Cervi.



2 comentários

  1. Ignez Andrade

    Eu quero mesmo é o Aerotrem do Levy Fidélix, ligando Uruguaiana-Camobi com extensão a Copacabana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *