Eleições 2020Judiciário

ELEIÇÕES 2020. Prestação de contas parcial dos candidatos e partidos tem de ser feita até domingo

Do Tribunal Regional Eleitoral/RS, com texto de RODOLFO MANFREDINI e imagem do TRE/SP

Iniciou quarta-feira, o período estabelecido para que os candidatos e os partidos políticos entreguem à Justiça Eleitoral as prestações de contas parciais da campanha de 2020. O prazo encerra domingo, dia dia 25.

A obrigação de entrega das prestações de contas parciais é para todos os candidatos e partidos, independente de movimentação financeira. O procedimento é totalmente eletrônico pelo sistema de prestação de contas eleitorais (SPCE), conforme dispõe a Resolução TSE n. 23607/19.

Em todo o estado do Rio Grande do Sul, estima-se que a totalização das prestações de contas chegue a 32.111. Neste primeiro dia, já foram entregues 2.368, conforme dados da Secretaria de Auditoria Interne do TRE-RS.

Esta é a primeira vez que, em eleições municipais, os processos de prestação de contas eleitorais são autuados automaticamente no Processo Judicial Eletrônico (PJe)
Já as prestações de contas finais das eleições de 2020 devem ser entregues até o dia 15 de dezembro.

O eleitor tem a possibilidade de fiscalizar as arrecadações e os gastos dos candidatos e partidos políticos durante toda a campanha eleitoral. Basta acessar o Sistema de Divulgação de Candidaturas e de Prestações de Contas Eleitorais (DivulgaCandContas), disponível na página divulgacandcontas.tse.jus.br.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo