Destaque

MUAMBA. Operação Perscruto, da Receita Federal de SM, apreende R$ 1,5 milhão em produtos de 6 ônibus

Ônibus foram abordados em Chapecó, Bom Jesus e Cunha Porã, no Oeste de Santa Catarina, e trazidos para Santa Maria em comboio

Da Redação do portal ND Notícias, em Chapecó, com foto de Divulgação/Receita Federal

A Receita Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, com apoio da PM (Polícia Militar) de Chapecó, deflagrou a Operação Perscruto. Após 20 horas de fiscalização nas rodovias de Santa Catarina, seis ônibus com mercadorias oriundas do Paraguai foram abordados. A estimativa, conforme a Receita Federal, é que R$ 1,5 milhão em mercadoria ilegal tenha sido apreendida.

De acordo com o auditor fiscal da Receita Federal de Santa Maria, Francisco Velter, a operação iniciou às 15h de sábado (24) e finalizada às 11h de domingo (25) quando o comboio dos ônibus chegou à Receita Federal de Santa Maria. No Oeste, os ônibus foram abordados em Chapecó, Bom Jesus e Cunha Porã.

“É um trabalho de investigação junto com a polícia que acontece rotineiramente. Nessa operação que aconteceu em todo Oeste, abordamos seis ônibus que transportavam mercadorias de descaminho, ou seja, a grande maioria aparelhos eletrônicos. O destino final desses produtos seria a Serra gaúcha”, explica o agente fiscal.

A operação da Receita Federal visa coibir todo e qualquer crime cometido nas rodovias catarinense e fronteiriças. Recentemente, a Ponte da Amizade, passagem que liga Foz do Iguaçu, no Extremo-Oeste do Paraná, com Ciudad del Este, no Paraguai, foi liberada. O local ficou fechado por sete meses desde o início da pandemia.

Porém, a fiscalização é intensa por parte da PRF (Polícia Rodoviária Feral). O tempo de permanência no país vizinho é restrito, além de outras regras no horário de entrada e saída, tanto para turistas como para moradores com residência fixa no Paraguai. Além disso, o uso de máscara é obrigatório.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo