DestaqueSaúde

COVID. Governador alerta que o Rio Grande não retornou à normalidade e pede cooperação social

Leite preocupado com o crescimento de internações e a exaustão das equipes

Eduardo Leite alerta que o Estado não voltou à normalidade e pede cooperação contra a pandemia (Foto Gustavo Mansur/Palácio Piratini)

Do site do Correio do Povo, com informações da Rádio Guaíba

O governador Eduardo Leite voltou a alertar nesta quarta-feira para o aumento do número de casos e de internações por Covid-19 no Rio Grande do Sul e comentou que, em algumas regiões do Estado, já há o mesmo número de internados de junho. “Estamos efetivamente observando uma nova onda de contágio, isso é evidente. Por outro lado, o número de óbitos não tem acompanhado esse crescimento e vemos um menor tempo de internação, tanto em leitos clínicos como de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), avaliou o líder do Executivo em entrevista ao programa Agora, da Rádio Guaíba. “Sabemos que algumas atividades, até do ponto de vista pedagógico, são importantes para lembrar a população que não voltamos à normalidade e que precisamos da cooperação da sociedade”, acrescentou. 

Conforme a autoridade, as equipes de saúde na rede hospitalar estão cansadas “porque a pressão é violenta dentro das UTIs”. “Inclusive o final de ano é de maior dificuldade de formação de equipe, porque muitos profissionais programam suas férias. Foi um ano intenso, que demandou muito”, disse o chefe do Estado. Ele também comentou que continua monitorando e está avaliando “eventuais medidas restritivas que devam se impor como forma de alertar a população”.

Leite defendeu a manutenção da reabertura da escolas mesmo em zonas de bandeira vermelha no Sistema de Distanciamento Controlado. “Não é o funcionamento normal, mas com regras e adaptações da turmas”, comentou. Ainda que casos de centros de ensino tenham optado por cessar as atividades presenciais por conta de surtos de Covid-19, o governador afirmou que “não tivemos intercorrências em escolas e cidades que apostam no retorno às aulas…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Leite, o impostor, ainda tem a caneta. Não quer dizer que alguém leve em conta o que ele diz. Apesar de estar certo. Ou como diria o grande filósofo chinês, Shigeaki Ueki, chefia é uma coisa e liderança é outra. Proeminência social, para os da aldeia, é uma terceira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo