Câmara de VereadoresDestaque

CÂMARA. Luci Duartes afirma que doa 30% de seu salário a ONGs que atendem comunidades carentes

Parlamentar informou que não renunciará ao uso da sua cota de combustível

Vereadora Luci Duartes, do PDT, diz que não utilizará as cotas de selos e de telefonia (Foto Luiza Scheffer Barros/Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

A vereadora Luci Duartes – Tia da Moto (PDT) anunciou, nesta quarta-feira (6), que renunciará à cota de telefonia disponibilizada para o desempenho da atividade parlamentar. A pedetista também informou que doa parte dos seus subsídios.

Em comunicado enviado à imprensa, Luci disse que, desde o início do ano passado, não utiliza a cota de selos. Em relação a cota de material de expediente, afirma que utiliza a metade do que é oferecido a cada dois meses.

Por outro lado, ela diz que seguirá utilizando a cota de combustível.

“Não abrirei mão porque quando entrei para Câmara, em 2017, criei o gabinete móvel “Fala Comunidade” e a moto, que chega em lugares que muitas vezes o carro não chega, a qual é meu registro de trabalho. Ambos são usados pelo gabinete de domingo a domingo, junto as nossas comunidades. Meu carro particular e minha moto não são credenciados para usarem gasolina da Câmara”, explica.

A vereadora disse ainda que tanto o veículo utilizado no gabinete móvel quanto a motocicleta são instrumentos exclusivos de trabalho do mandato.

Luci também relata que parte do seu salário é doado para Organizações Não Governamentais (ONGs).

“30% do meu salário de vereadora são destinado a ONGs que atendem comunidades carentes. Nunca divulguei e não divulgarei quais ONGs para não comprometer às instituições”, afirma a pedetista.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo