DestaqueSanta Maria

CIDADE. Sindicato docente da UFSM põe ‘outdoor’ em defesa da vacinação em massa contra a Covid-19

Na mesma peça publicitária de rua, entidade ainda defende o “Fora Bolsonaro”

Placa afixada da Sedufsm para reivindicar vacinação em massa para a população está na rótula próxima à UFSM (Foto de Divulgação)

Por Bruna Homrich / Da Assessoria de Imprensa da Seção Sindical dos Docentes da UFSM (Sedufsm)

Quem passar pela rótula da UFSM nos próximos dias verá o novo outdoor afixado pela Sedufsm. Com os dizeres “Lockdown pela vida, já! Vacina para todos e todas, já! Nenhum assédio! Fora Bolsonaro e Mourão!”, a colocação da peça foi deliberada pelos (as) docentes em ASSEMBLEIA virtual da categoria ocorrida no último 23 de março.

O outdoor é mais uma ação encaminhada pela Sedufsm no sentido de pressionar por um processo célere de vacinação em massa para a população brasileira. Recentemente lançamos, também, um vídeo-animação que critica a morosidade e a postura negacionista do governo Bolsonaro durante a pandemia, esclarecendo o principal motivo pelo qual o Brasil está tão atrasado na imunização da população contra a Covid-19: a falta de prioridade a ela concedida pelo governo federal.

Ainda sobre a vacinação, também publicamos cards em redes sociais, filtro para facebook, diversas reportagens em nosso site e uma edição do programa Ponto de Pauta com a professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), enfermeira, epidemiologista e pesquisadora do CNPq, Ethel Maciel, uma das referências nacionais no debate sobre a vacinação.

Quanto à problemática do assédio, ela foi bastante discutida na última assembleia, com relatos de situações em que docentes vêm sendo, ainda que de forma sutil, pressionados a retornarem às atividades presenciais. Com o outdoor, a Sedufsm também não deixa dúvidas sobre o posicionamento que vem assumindo desde o início da pandemia: aulas presenciais na universidade apenas quando existirem plenas garantias de segurança a todos e todas – condição que só será atingida com a imunização da população santa-mariense e das demais cidades que abrigam campi da UFSM.

Abaixo confira a animação:

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Dando risada Kuakuakuakua! Este é o sindicato da ‘fabrica de cabeças pensantes’ da aldeia! Kuakuakuakua! Tragicomico!
    Esquerda e as ‘narrativas’ que não colam.
    Julho do ano passado governo do Paraná em conjunto com uma fábrica de genéricos começou as tratativas de compra da vacina russa Sputinik. Dizem ter contrato para 10 milhões de doses. Não tem a vacina, não podem usar e não tem prazo.
    Comunidade Europeia tem 448 milhões de habitantes e 646 mil mortos, 1,44 por milhão. Brasil tem algo como 212,8 milhões de habitantes e 365 mil mortos, 1,72 por milhão. 20% a mais num pais subdesenvolvido. E bom, é ruim, ou é numero escolhido para reforçar o argumento? Ressuscita alguém?
    ‘Lockdown pela vida’, afirmação que deve funcionar para quem tem idade mental de 10 anos.
    Resumo da ópera: querem influenciar eleição do ano que vem e não sabem o que dizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo