DestaqueSanta Maria

LÁ DO FUNDO. Reforma administrativa, sim, mas e secretariado? Feicoop adiada. Vereadores agitados

Falta de nomes deixa nervoso o entorno da administração. Mas já há certezas

“Live” da noite de segunda, com Pozzobom (entre Decimo e Cortez), assanhou bastidores do Centro Administrativo (foto Reprodução)

Por Claudemir Pereira

– É grande a movimentação na Prefeitura Municipal e adjacências. Aliás, o que já era visível e audível ampliou-se após o anúncio da Reforma Administrativa na noite de segunda-fera.

– O fato é que anunciado como tarefa para o vice-prefeito Rodrigo Decimo, o rearranjo de gestão proposto terá que vir acompanhado de novos (ou antigos) nomes para as funções de liderança.

– Até o momento em que estas linhas são escritas, no início da noite de terça, nenhuma informação oficial houve. Sequer um sinal de fumaça. Boca de siri se instalou no Centro Administrativo.

– Mas isso não significa que está tudo perdido e informação alguma se consegue. Sim, há questões com respostas prontas. Aqui vão algumas delas.

– Lucia Madruga (Educação), Carolina Lisowski (Controladoria e Auditoria) e Guilherme Ribas (Saúde) parecem ser as meninas dos olhos da administração, nesse limiar de segundo mandato.

– Lucia é considerada (e chamada, inclusive na presença de testemunhas), por Jorge Pozzobom, a “prefeita da educação”. Elogio mais explícito, impossível.

– Carolina, que já faz parte do comando do comitê de combate à Covid, deve, inclusive, ter suas tarefas ampliadas, com a colocação, sob seu guarda-chuva, do Procon Municipal.

– O secretário de Saúde é tido como uma revelação, no CAM. E o enfrentamento das questões na Câmara, sobre a questão das perda das vacinas, só aumentou seu cacife interno.

– Outros nomes tidos como certos a permanecer no primeiro escalão são Gilvan Ribeiro (Esporte), Rose Carneiro (Cultura), Marcelo Portella (Habitação).

– Há outros com boa cotação, mas vão depender da forma como o secretariado será montado. Ewerton Falk, por exemplo, desempenha função estratégica e tende a permanecer.

– Ah, outro nome absolutamente certo no primeiro escalão, e não por acaso esteve no anúncio da reforma, é Guilherme Cortez.

– Só não se sabe, ainda, o cargo – que certamente será junto ao gabinete do Prefeito. Por enquanto, a nomenclatura oficial o trata de “assessor superior”. Talvez seja o nome, mesmo. Talvez.

– Atenção: Lorena Santos, como se tem dito desde logo após a eleição, primeira suplente, deve mesmo assumer vaga na Câmara.

– Para que isso aconteça, Juliano Soares deve assumir função no primeiro escalão. Só não se sabe qual. Nem se ele aceita. Mas…

– Por falar em Câmara, movimentos feitos sobretudo por edis novatos, no campo da oposição, são tidos como naturais pela fogosidade e agitação. Mas não se pode confundir isso com insensatez.

– Se bem que há veterano que está entrando no mesmo comportamento, sem a desculpa da juventude e da falta de experiência. Mas aí a agitação já virou regra. Não é ruim, necessariamente. Mas…

– Para fechar: se há evento que não se micha em Santa Maria é a Feicoop. A Feira da Economia Solidária sempre dá um jeito de acontecer, pandemia e dificuldades a parte.

– É o caso dos eventos deste ano, que não têm como sair em julho. Virão em outubro. E, se não der, mais adiante. Mas, que ninguém duvide, vão acontecer.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo