BrasilMídia

MÍDIA. Rede Record chamou mulher de “garota de programa” e foi condenada pela Justiça a indenizar

Moça ofendida pela TV foi atacada por namorado que, em seguida, se suicidou

Reproduzida do portal especializado Comunique-se / Da repórter Julia Renó

Devido ao tratamento dado a uma jovem durante reportagem, a Record foi condenada a uma indenização de R$100 mil. A matéria foi divulgada em 2015, no programa ‘Cidade Alerta’. A informação foi DIVULGADA pelo jornalista Rogério Gentile, em sua coluna no UOL.

De acordo com o texto do colunista, o canal noticiava o caso em que a jovem havia sido atacada com um canivete pelo namorado, que em seguida suicidou-se. Na reportagem, o programa teria chamado a garota – na época, menor de idade – de ‘garota de programa’ e a apontado como responsável pela morte do rapaz.

Além das acusações durante a matéria, no processo, a jovem alegou que era possível identificar o seu rosto nas imagens e que o telefone de sua mãe havia sido divulgado pelo canal. Em resposta, a defesa da Record negou a possibilidade de reconhecimento nas imagens e afirmou que as informações eram de interesse público e haviam sido obtidas com a polícia.

O relator do processo e o magistrado definiram, em primeira instância, que o material divulgado pela Record era sensacionalista e expôs a garota à opinião pública. Além disso, foi considerado que era possível reconhecê-la nas gravações.

A indenização definida no processo é de R$100 mil para a jovem e R$50 mil para sua mãe, devido à divulgação de seu número de telefone. A emissora poderá recorrer à decisão.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo