DestaqueEducação

EDUCAÇÃO. Greve ambiental dos professores do município têm uma participação estimada em 65%

Das 80 escolas da rede, em 52 a adesão será total, indica o sindicato docente

Por Paulo André Dutra / Da Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Professores Municipais (Sinprosm)

Os professores municipais de Santa Maria entram em greve ambiental nesta terça-feira (18). O movimento é uma decisão da assembleia do Sinprosm, realizada em 10 de maio, contra o retorno às atividades presenciais nas escolas sem a imunização da categoria e da comunidade escolar. Não há interrupção das atividades remotas.

O levantamento do comando de greve até a tarde desta segunda-feira (17) indica que aproximadamente 65% dos professores municipais não seguirão o calendário de retorno proposto pela administração municipal em razão da greve ambiental. Das 80 escolas da rede municipal, em 52 a adesão será total.

Há ainda escolas que estão em obras ou não tiveram seu plano de contingência aprovado, ficando impossibilitadas de reabrir. Os docentes destas escolas não estão contabilizados no percentual de adesão.

O comando de greve tem participado de reuniões com as escolas e o que se percebe é o receio com a possibilidade de retorno. “Ouvimos relatos preocupantes de escolas sem a estrutura necessária e professores amedrontados em voltar em meio a essa situação, onde os números estão longe de serem tranquilos”, confirma a coordenadora de Comunicação e Formação Sindical do Sinprosm, Celma Pietczak.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Vai dizer o quê, criaturas tem o direito de defender seus interesses. Dois anos, o prejuízo já está posto, a linha de montagem quebrou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo