DestaqueEconomia

BANRISUL. Aprovação da PEC “não é fim da nossa luta e sim começo, diz diretor do sindicato bancário

Repercussão da aprovação que permite vender o banco público sem plebiscito

Reunião híbrida do Legislativo gaúcho votou em segundo turno a PEC da Privatização, nesta terça (foto Joel Vargas/Assembleia)

Por Maiquel Rosauro / Da Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região

A Assembleia Legislativa aprovou, nesta terça-feira (1º), por 35 votos favoráveis e 18 contrários, a PEC 280/2019, que retira a exigência de realização de plebiscito para a venda do Banrisul, Corsan e Procergs. O resultado exigirá uma mobilização intensa sobre o governo de Eduardo Leite (PSDB) para impedir a privatização das estatais.

Antes da votação, os parlamentares rejeitaram recurso (38 votos contrários e 16 favoráveis) das bancadas do PDT, PT e PSOL questionando a votação em 1º turno, em 27 de abril, quando a base governista aprovou a proposta apresentada por Sérgio Turra (PP), e assinada por outros 24 parlamentares, por 33 votos a 19. Na ocasião, dois votos seriam irregulares.

Vale lembrar que, na campanha eleitoral, Leite disse que não venderia o Banrisul e a Corsan. 

“É um dia terrível na história da política gaúcha. Além de um governador que não tem palavra, agora temos um Parlamento completamente submisso ao poder Executivo. Mais que submisso é conivente e covarde pois foge ao debate e apequena a democracia”, avalia o diretor de Comunicação do Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região, Márcio Kolinski.

O Movimento Sindical realizou inúmeras ações para tentar barrar a aprovação do projeto, como pressão junto aos deputados, busca de apoio de Câmara de Vereadores por todo Estado e campanhas de comunicação. Porém, pesou mais forte o braço do governo.

Conforme o deputado Tiago Simon (MDB), na véspera da votação em primeiro turno, o governo chamou sua base para oferecer um “kit asfalto” em troca de apoio à PEC. Além disso, no dia da votação, Leite rebaixou a bandeira do Distanciamento Controlado de preta para vermelha.

Nesta terça, chamou atenção o voto de Any Ortiz (Cidadania). Ela interrompeu a licença maternidade apenas para votar sim à PEC. O governo precisava de 33 votos, conseguiu 35. 

Mesmo com a derrota na Assembleia, Márcio Kolinski ressalta que não é hora de baixar a cabeça.

“Reitero que temos que continuar mobilizados. A aprovação da PEC 280 não é o fim da nossa luta e sim o começo. Temos um desafio maior agora que é barrar as privatizações que o governo deve iniciar. Essencial nos mantermos alertas e continuar interagindo nas redes e participando das atividades de luta”, afirma o dirigente sindical.

Confira como cada parlamentar votou:Partido – Parlamentar – Voto    
PT – Edegar Pretto – Não
PT – Fernando Marroni – Não
PT – Jeferson Fernandes – Não
PT – Luiz Fernando Mainardi – Não
PT – Pepe Vargas – Não    
PT – Sofia Cavedon – Não
PT – Valdeci Oliveira – Não
PT – Zé Nunes – Não
MDB – Beto Fantinel – Sim
MDB – Carlos Búrigo – Sim
MDB – Clair Kuhn – Sim
MDB – Gilberto Capoani – Sim
MDB – Patrícia Alba – Não
MDB – Vilmar Zanchin – Sim
PP – Adolfo Brito – Sim    
PP – Ernani Polo – Sim
PP – Frederico Antunes – Sim
PP – Issur Koch – Sim    
PP – Marcus Vinícius – Sim
PP – Sérgio Turra – Sim    
PTB – Aloísio Classmann – Sim
PTB – Dirceu Franciscon – Sim    
PTB – Elizandro Sabino – Sim    
PTB – Kelly Moraes – Sim
PTB – Luís Augusto Lara – Sim    
PSL – Capitão Macedo – Não    
PSL – Ruy Irigaray – Sim
PSL – Tenente Coronel Zucco – Sim    
PSL – Vilmar Lourenço – Sim    
PDT – Eduardo Loureiro – Não    
PDT – Gerson Burmann – Não    
PDT – Juliana Brizola – Não    
PDT – Luiz Marenco – Não    
PSDB – Faisal Karam – Sim    
PSDB – Mateus Wesp – Sim    
PSDB – Pedro Pereira – Sim    
PSDB – Zilá Breitenbach – Sim    
PSB – Dalciso Oliveira – Sim    
PSB – Elton Weber – Não    
PSB – Franciane Bayer – Sim    
REPUBLICANOS – Fran Somensi – Sim
REPUBLICANOS – Sergio Peres – Sim    
NOVO – Fábio Ostermann – Sim    
NOVO – Giuseppe Riesgo – Sim    
PL – Airton Lima – Não    
PL – Paparico Bacchi – Sim    
DEM – Thiago Duarte – Não    
DEM – Eric Lins – Sim    
PSOL – Luciana Genro – Não    
SOLIDARIEDADE – Neri o Carteiro – Sim    
PSD – Gaúcho da Geral – Sim    
CIDADANIA – Any Ortiz – Sim    
PMB – Rodrigo Maroni – Sim

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo