DestaqueSanta Maria

CIDADE. Projeto da nova perimetral, a “Sul-Leste”, está na fase dos ajustes finais, afirma a Prefeitura

Prevê-se licitação para a obra no segundo semestre e conclusão em dois anos

Previsão é que, no segundo semestre, seja aberta licitação para empresas interessadas em executar a obra (foto João Vilnei/Prefeitura)

Por Diniana Rubin / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

A Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Estruturação e Regularização Urbana, trabalha para ajustar detalhes importantes no projeto da nova perimetral, que vai ligar a BR-392 até a Estrada de Pains, acesso ao distrito de mesmo nome, pelo Bairro Camobi. O projeto está a cargo da empresa Encop Engenharia Ltda, de Porto Alegre, e foi apresentado em setembro de 2020 ao Executivo Municipal. A previsão é de que, no segundo semestre deste ano, seja publicado o edital licitatório para empresas interessadas em executar a obra. O prazo de execução é de até 24 meses.

A obra será realizada de forma conjunta entre a Prefeitura e a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e terá investimento de mais de R$ 43 milhões. Conforme o Contrato de Programa entre a Prefeitura e a Corsan, há a estimativa de repasse da concessionária de R$ 25 milhões para a implantação da perimetral. Já o restante do investimento, a Prefeitura pretende negociar contrapartidas com empreendimentos que devem ser construídos no entorno da perimetral.

A perimetral terá seis quilômetros de extensão com oito intersecções. Será uma importante e grandiosa obra que irá facilitar o deslocamento entre as regiões Sul e Leste da cidade, principalmente, o tráfego de veículos que trafegam pela BR-392 em direção ao Bairro Camobi, desafogando outras vias, como as faixas Velha e Nova de Camobi. O acesso via transporte coletivo, entre as regiões, também será facilitado. O objetivo da perimetral é interligar os bairros Tomazetti, Lorenzi, Diácono João Luiz Pozzobon e Camobi e, ainda, o distrito de Pains. O projeto de infraestrutura prevê quatro pistas, duas em cada lado da perimetral, paisagismo e urbanização, iluminação pública, sinalização e segurança viária, ciclovias, uma em cada sentido da via, pavimentadas em concreto, passeios para pedestres em concreto e tráfego de ônibus, caminhões de coleta de resíduos e outros veículos.

“A nova perimetral já traz reflexos muito positivos para Santa Maria. Vários empreendimentos e loteamentos estão em fase de desenvolvimento naquela região. Mesmo em meio à pandemia, com a elevação de custos de materiais e até a falta de alguns insumos, os empreendimentos só aumentam. O Município está em pleno desenvolvimento, e o reflexo é a resposta e a confiança dos investidores. Por isso, o nosso compromisso é entregar um projeto moderno e que atenda todas as necessidades das pessoas em geral e dos moradores do entorno”, explica o secretário de Estruturação e Regulação Urbana, José Antônio de Azevedo Gomes, sobre a grandiosidade do projeto.

O superintendente de Fiscalização dos Serviços de Água e Esgoto, da Procuradoria Geral do Município (PGM), o engenheiro Marcos Vinicius Moraes, explica também que, junto da obra da perimetral, está prevista a obra do emissário de esgotamento sanitário, a ser executada pela Corsan. 

“Este serviço estará incluído na execução total da obra e é uma necessidade, pois, a tubulação do emissário faz parte do sistema de esgotamento sanitário do Bairro Camobi, que irá levar os efluentes até a Estação de Tratamento de Esgoto no Bairro Lorenzi. Desta forma, a Superintendência continuará fazendo a fiscalização da parte que compete à Corsan, como já vem sendo feito conforme o Contrato de Programa”, diz o superintendente Moraes.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Mais um anúncio. Vão constituir uma ‘comissão de notáveis’ para fiscalizar a obra como foi feito na duplicação da faixa velha? Aquela que era para ficar pronta em dois anos ‘mas dá para fazer em um’?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo