Poesias

Sem Título – por Eder Rodrigues da Silva

Antes,
os poemas surgiam na praia
dentro de garrafas seculares
que os protegiam
das tormentas da superfície
e dos silêncios que coabitam o fundo.
Como de costume,
traziam os sentimentos
de uma época incerta que bendiziam vã.

Na urgência de um dia serem lidos,
vinham comprimidos no desespero habitual
daqueles que os embalam
feito um filho de colo
e entregam ao léu dos oceanos.

Antes os poemas chegavam salvos
dentro de garrafas que o mar devolvia,
depois de se embriagar da dor
que imaginava estar dentro delas.

Agora,
o poema surge sem qualquer proteção.
Rodeado por palavras
que não deu tempo de aprender direito.
Chega morto
até o limite das pedras.
Onde não se avista
nenhuma margem ou ponte
entre a arte que se crê moderna
e a “comovida” ciência dos naufrágios.

E fica ali,
imóvel aos olhares reticentes
que falam dele
como se conhecessem a odisseia toda.
Mas depois,
sepultam-no ali mesmo, como se o tivessem lido

*Foto de Aylan Kurdi, menino sírio encontrado morto em nas praias turcas, em 2 de setembro de 2015.

A poesia
Sem Título, de Eder Rodrigues da Silva, de Belo Horizonte/MG, conquistou o 2ª lugar na categoria Poesia no 40º Concurso Literário Felippe de Oliveira, em 2017. A publicação foi autorizada pela Secretaria Municipal de Cultura de Santa Maria. Crédito da imagem que abre a página: Divulgação.
Curiosidade: a foto no topo da página acompanha a poesia original.

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo