DestaqueTurismo

CIDADE. Equipes de duas secretarias mapeiam possíveis locais turísticos do interior de Santa Maria

Objetivo é incentivar o turismo rural via atrativos dos distritos do município

Equipes de duas secretarias municipais fizeram visitas aos distritos de Arroio Grande e Boca do Monte (foto João Vilnei/Prefeitura)

Por Gabriel Leão / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Santa Maria

A Prefeitura de Santa Maria, em comemoração ao MÊS DO TURISMO, desenvolveu uma programação voltada para os santa-marienses e visitantes. Uma das iniciativas é a criação de um roteiro de turismo rural, trabalho conjunto das secretarias de Desenvolvimento Rural e de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Para isso, equipes das duas pastas realizaram visitas, quarta-feira (15), às propriedades dos distritos de Arroio Grande e Boca do Monte.

A iniciativa teve como objetivo fazer um levantamento e mapear locais que já desenvolvem algum projeto de turismo rural e que, mesmo com a pandemia, mantiveram o funcionamento. As visitas foram feitas pelo gerente de Projetos da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, André Luiz Morales Farias, e pelo superintendente de Assistência Técnica da secretaria de Desenvolvimento Rural, Antoniangel Zanini.

Os integrantes das pastas afirmam que a ideia gira em torno da divulgação do roteiro em agências de turismo para que os moradores da cidade e visitantes possam conhecer e aproveitar as belezas da região e, com isso, incentivar a economia da agricultura familiar, impulsionar o crescimento dos distritos e a retomada do setor do turismo.

O turismo em áreas rurais tem como objetivo proporcionar uma fuga da cidade para que as pessoas possam vivenciar a vida bucólica, com experiências sensoriais na natureza. Essa categoria teve um grande crescimento na pandemia por proporcionar opções de lazer em áreas abertas e sem aglomerações. O casal de produtores rurais aposentados, João Carlos Fontana e Mari Lucia Fontana, moradores da Estrada dos Imigrantes, no distrito de Arroio Grande, possui a propriedade há 30 anos, mas viu na pandemia uma oportunidade de reestruturação e transformação econômica na construção de um armazém rural.

“O fluxo de visitantes cresceu na pandemia e já recebemos turistas de vários estados que, muitas vezes, têm o primeiro contato com esse ambiente rural”, relata Mari.

Para os que passam pelo local e desejam fazer uma parada, o casal oferece lanches feitos na hora e sucos naturais, além da venda de produtos coloniais, como pães, doces e queijos. Para a proteção dos visitantes, os proprietários oferecem máscaras e álcool gel. 

Outra propriedade visitada também nesta quarta-feira ocorreu no distrito de Boca do Monte, na rua Armando Wiethan. No local, os empresários Jairo e Michele Wiethan comercializam paletas mexicanas, sorvetes, tortas de sorvete, sorvete frito e picolés. A empresa é um dos atrativos do distrito.

“Estas foram as primeiras visitas, que seguirão em outras propriedades que querem implementar alguma iniciativa de visitação de turistas. Também iremos explorar outras localidades que tenham potencial para receber público e fazer uma conversa conjunta para também implementar ações”, explica o gerente de Projetos da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, André Luiz Morales Farias.

A relação dos locais visitados será apresentada em reunião na próxima quarta-feira (22), durante o Encontro com Agências e Guias de Turismo de Santa Maria. A iniciativa integra o Mês do Turismo.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Sim, quem não tem nada para fazer de tarde pode ir até Boca do Monte chupar um picolé. Combustivel está barato. Com toda aquela grama verdinha tem gente que já chega lá com a boca cheia d’água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo