DestaqueEleições 2022

ELEIÇÕES 2022. Pedetistas gaúchos esperam pelo tricolor Romildo Bolzan para o Piratini. No entanto…

Ele já disse que não concorre, se o Grêmio cair. Já há quem pense um plano B

Para concorrer, Romildo Bolzan precisa deixar a presidência do Grêmio até abril de 2022 (foto Lucas Uebel/Divulgação)

Reproduzido do Site do Correio do Povo / Pela colunista Taline Oppitz

Apesar da vitória no jogo de domingo no Campeonato Brasileiro, a situação do Grêmio, que tenta escapar da segunda divisão, é complexa. O presidente do clube, Romildo Bolzan Júnior, já avisou que não há chance de disputar o Piratini, como sonham 10 entre 10 trabalhistas, caso o Grêmio caia.

Em função da situação, nomes como o de Ciro Simoni e de Vieira da Cunha começam a ser lembrados internamente no PDT para a disputa ao governo do Estado no ano que vem.  

O mandato de Bolzan no comando do Grêmio termina em dezembro do ano que vem. Para concorrer ao governo, ele precisa deixar o cargo pelo menos seis meses antes. A ordem, por ora, é cautela, já que estamos a pouco menos de um ano das eleições.

No cenário de articulações e negociações, que já ocorrem nos bastidores, indefinições, especialmente sobre alianças, se impõem. Os mapas nos estados são vinculados ao tabuleiro que irá se estabelecer nacionalmente.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo