Cultura

FAXINAL DO SOTURNO. Inscrições abertas ao concurso para as novas soberanas do município

À nova corte caberá representar a cidade nos próximos dois anos

Atuais soberanas: 1ª princesa Letícia Baratto, rainha Ana Carolina Bulegon, 2ª princesa Letícia De Nardin (Foto Carmem Marzari)

Por Maiquel Rosauro

Faxinal do Soturno está com inscrições abertas para o concurso que elegerá suas novas soberanas. As candidatas devem ter entre 15 e 24 anos e residirem no município.

As inscrições devem ser feitas no Gabinete do Prefeito (Rua Júlio de Castilhos, 609), até as 17h de 3 de novembro. A escolha da corte ocorrerá em 4 de dezembro.

“O trio irá representar Faxinal do Soturno no período de 2021 até 2023”, informa a Prefeitura.

Será escolhida uma rainha, 1ª princesa e 2ª princesa. São três etapas: prova escrita de conhecimentos gerais sobre o Município; apresentação oral e desfile.

A prova escrita está marcada para 26 de novembro, no Auditório Municipal. A apresentação oral e desfile ocorrem no dia 4 de dezembro, no Esporte Clube Cruzeiro.

A corte atual, eleita em dezembro de 2018, é composta pela rainha Ana Carolina Bulegon, 1ª princesa Letícia Baratto e 2ª princesa Letícia De Nardin.

Mais informações pelo telefone (55) 3263-3700. Confira, abaixo, o regulamento:

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo