DestaqueRegião

QUEVEDOS. Comitiva do município reivindica, na Assembleia, execução de projetos de infraestrutura

Lideranças defendem asfaltamento dos 29 quilômetros até a vizinha Toropi

Representantes do Executivo e do Legislativo de Quevedos solicitaram obras no município (Foto Divulgação)

Por Melissa Bulegon / Assembleia

Na quarta-feira (20), o deputado Clair Kuhn (MDB) intermediou uma reunião entre o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, a presidente do Corede Central Regina Hernandes e uma comitiva de Quevedos, liderada pela prefeita Neusa dos Santos Nickel. Em pauta, duas obras de infraestrutura.

A primeira foi sobre o pedido de asfaltamento dos 29 quilômetros que ligam Quevedos a Toropi. O secretário Costella informou que autorizou que o projeto seja refeito e atualizado. A previsão é que esteja concluído até o final do primeiro semestre de 2022.

A outra demanda foi a ponte na rodovia entre Quevedos e Jari. A obra foi iniciada, mas a chuva levou a tubulação. O secretário Costella autorizou que seja prorrogado o convênio entre o Estado e o município para que seja recuperada a estrutura. Com isso, a prefeitura vai contratar um engenheiro para fazer o projeto.

“Foi uma reunião muito produtiva onde conseguimos o retorno positivo do secretário para as duas obras que apresentamos. Os projetos serão feitos e seguiremos acompanhando para que as obras sejam, na sequência, também executadas”, avaliou o deputado Clair.

Estiveram presentes na reunião também por Quevedos o vice-prefeito Mauro Daniel Bayer e os vereadores Ruti Skrebsky Vieira, Valdeci Batista Menezes, Érico Venâncio Padilha e Alcemar Silveira de Lima, além do deputado Beto Fantinel (MDB).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo