Câmara de VereadoresDestaque

CÂMARA. Com novos casos de covid, Parlamento de Santa Maria adota trabalho remoto até 21 de janeiro

Direção da Casa orienta que servidores do Poder Legislativo realizem testagem

Atuação em home office será iniciada na próxima segunda-feira (10) na Câmara de Vereadores de Santa Maria. Foto Maiquel Rosauro

Por Maiquel Rosauro

O Poder Legislativo de Santa Maria publicou Ordem de Serviço, na tarde deste sábado (8), em que determina o retorno do expediente em sistema de home office a partir de segunda-feira (10). A medida foi tomada devido a novos casos confirmados de covid-19 entre servidores da Casa.

O trabalho remoto ficará em vigor até o dia 21 de janeiro. Conforme o presidente da Casa, Valdir Oliveira (PT), a decisão foi embasada em orientação de especialistas, incluindo a infectologista Jane Costa.

“Até o momento temos três (servidores positivados). Tem mais alguns suspeitos aguardando resultado de testes”, relata Valdir.

A direção da Casa orienta que os demais servidores do Legislativo procurem unidades de saúde para realizar a testagem de covid-19. Também está prevista a sanitização nas dependências da Câmara.

Com o novo sistema, o expediente no Parlamento ocorrerá em turno único, de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 13h30min, com os servidores desempenhando as atividades laborais em suas residências.

Neste período, de forma excepcional, e com autorização da Secretaria Geral, os setores administrativos poderão manter um servidor para atendimento das medidas consideradas urgentes.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo