DestaqueSanta Maria

MEMÓRIA. Morre, aos 84 anos, o economista, bancário e professor Rony Paulo Valença Floresta

Internado há uma semana, ele deixa quatro filhos, três netos e muitos amigos

Na antiga foto do Facebook, Rony com, da esquerda para a direita, as filhas Myrna e Márcia, a esposa Marisa e os filhos Claudia e André

Adoentado há já bastante tempo, mas internado desde o dia 20, morreu nesta quinta-feira, no Complexo Hospitalar Astrogildo de Azevedo, o bancário, economista e professor, Rony Paulo Valença Floresta.

Com ampla participação na vida da cidade e também em Itaara, Rony (como era mais conhecido), tinha 84 anos e deixa a esposa Marisa, os filhos André, Claudia, Márcia e Myrna, além de três netos.

Rony Floresta era bancário com larga atuação no Banco do Brasil e, economista e Contador formado na UFSM, também exerceu a docência tanto na instituição federal quanto na Universidade Franciscana.

Importante e elucidativo material, com a trajetória de Floresta, está disponível na versão online do Diário de Santa Maria (AQUI). Nele consta, por exemplo, também a manifestação de Myrna Floresta, uma das filhas do professor. O depoimento dela:

“ – Era um pai presente e maravilhoso que não media esforços para atender os quatro filhos. A minha mãe sempre acompanhou ele em tudo. Ele sempre foi uma pessoa alegre e divertida. Era brincalhão, mas muito correto. Ele era muito sério no trabalho dele e deixou muitos alunos que até hoje perguntam por ele, porque foi um professor que eles nunca mais esqueceram.”

O corpo de Rony Paulo Valença Floresta foi sepultado agora há pouco, no Cemitério Jardim Santa Rita de Cácia, onde também foi velado.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo