DestaqueEconomia

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Feirão Colonial festeja três décadas, com uma homenagem à irmã Lourdes Dill

Medalha do Mérito Farroupilha será entregue no Centro Dom Ivo Lorscheiter

Assembleia vai entregar ‘Mérito Farroupilha’ à irmã Lourdes Dill neste sábado. A proposição é de Valdeci Oliveira (foto Divulgação)

Por Maiquel Rosauro / Da Assessoria de Imprensa dos Eventos da Economia Solidária

Feirão Colonial completa 30 anos neste sábado (2). O dia será marcado pelo lançamento da 28ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop) e por uma homenagem à irmã Lourdes Dill, coordenadora do projeto Esperança/Cooesperança, da Arquidiocese de Santa Maria.

Realizado nas manhãs de sábado, no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria, o Feirão Colonial se tornou referência na América Latina como organização de Economia Solidária. Foi criado em 1º de abril de 1992, com a participação efetiva de grupos rurais e urbanos associados ao Projeto Esperança/Cooesperança e consumidores.

A gestão do Feirão Colonial é feita de forma colegiada, participativa, interativa e autogestionária entre a equipe do Projeto Esperança/Cooesperança e os grupos associados, nos diversos segmentos de atuação, fortalecendo a Economia Solidária e a Agricultura Familiar. 

A comercialização ocorre de forma direta entre o produtor e o consumidor. No Feirão, o consumidor conhece quem produziu o alimento e, ao mesmo tempo, cria-se uma relação de confiança mútua, solidária, comprometida e interativa.

Mérito Farroupilha

A história do Feirão Colonial se confunde com a trajetória da irmã Lourdes, que há 35 anos atua em Santa Maria. A feira deste sábado (2) marca o início da transferência da religiosa para sua nova missão no município de Barra do Corda, no Maranhão.

“Estes 35 anos foram um tempo fértil, fecundo, desafiador, de importantes lutas, buscas e construção coletiva, colegiada e interativa. Nada foi em vão. Juntos plantamos, cultivamos e juntos colhemos frutos vigorosos para a vida. Ao longo destes 35 anos muitos sonhos foram realizados e os frutos das utopias, colhidos. É este o legado de uma utopia chamada esperança, por onde passaram milhares de pessoas, consumidores e multidões especialmente pelas 28 edições das Feiras Nacionais e Internacional do Cooperativismo e de Economia Solidária e pelo Feirão Colonial aos sábados e nos Empreendimentos Urbanos e Rurais”, afirma irmã Lourdes.

Neste sábado, a religiosa receberá a medalha Mérito Farroupilha, maior honraria concedida pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Feicoop

O sábado também será marcado pelo lançamento da 28ª Feicoop, que este ano ocorrerá entre os dias 15 e 17 de julho, em Santa Maria. As inscrições para o evento estão abertas pelo site: https://cooesperanca.wixsite.com/novosite/28%C2%AA-feicoop-2022

Fechando a programação, será lançada a revista “O Legado de uma Utopia Chamada Esperança”.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo