DestaqueRegião

SÃO SEPÉ. 10 famílias sepeenses beneficiadas com início do programa ‘Nenhuma Casa Sem Banheiro’

Iniciativa atende, em sua primeira fase, famílias que vivem no Bairro Lôndero

Construção de banheiros é oferecer o básico e principalmente saúde para as famílias”, diz o prefeito João Luiz Vargas (Foto Divulgação)

Por Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de São Sepé

Representantes da Prefeitura Municipal e moradores do Bairro Lôndero participaram, na manhã desta quinta-feira (28), da cerimônia de assinatura da ordem que autoriza o início do serviço do Programa Nenhuma Casa Sem Banheiro.

São Sepé está entre os 21 municípios do Rio Grande do Sul contemplados na primeira fase do programa. No último mês, em junho, o prefeito João Luiz Vargas, e o diretor do Escritório da Cidadania, Rodrigo Ferreira, estiveram em Porto Alegre assinando o convênio com o Estado. Após todos os processos burocráticos, as obras terão início no município.

“Temos que agradecer ao esforço de toda a equipe da Administração que se somou e foi fundamental para a concretização do projeto; e a paciência da comunidade, que aguardou o processo de cadastro, criação de projeto, até finalmente a realização da obra”, destacou Ferreira.

Nesta primeira fase, o município receberá dez unidades sanitárias para famílias do Bairro Lôndero. No entanto, São Sepé já está com o projeto aprovado para a segunda fase, que garante recurso para mais 10 banheiros, desta vez, para o Bairro Cristo Rei.

“É com muita alegria que damos início a essa obra e já comunicamos com entusiasmo a continuidade do programa no Bairro Cristo Rei. A construção de banheiros para a nossa comunidade, além da questão sanitária, é oferecer o básico e principalmente, saúde para as famílias”, acrescentou o prefeito.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo