Arquivo

Dólar. Uma semana em alta. Mas que ninguém se emocione. Ele ainda vale menos de R$ 2

Lembro de abril de 2005. Pouco mais de dois anos. Preparava-me para embarcar à Europa, onde cobriria para A Razão, Rádio CDN e TV Pampa, além desta (nem sempre) humilde página de internet, que estava engatinhando, a missão santa-mariense à feira de Hannover, na Alemanha.

 

Comprei, então, Euros. R$ 3,70 para cada unidade da moeda européia. R$ 2,80 para cada Dólar – era a cotação para a moeda ianque, com a qual comprara a passagem aérea, de ida e volta. Os bons de conta que a façam, mas imagino que a desvalorização do troco norte-americano em relação ao brasileiro tenha se dado na casa dos 30%, pouco mais ou menos, nesse período.

 

Se desencadeia, em função disso, uma série de discussões. De um lado, os brabos com justiça. Ao lado deles, aproveitando a onda, os brabos incompetentes (que não se prepararam para as circunstâncias desagradáveis que eventualmente ocorrem no capitalismo por todos defendido). De outro, os faceiros. Inclusive aqueles que viajaram para Hannover este ano – entre os quais, nada infelizes, estavam vários dos brabos, pode estar certo.

 

Em todo caso, que se saiba, para os desavisados: na semana recém encerrada, o Dólar ensaiou uma recuperaçãozinha. Mas que ninguém festeje: foram meros 3,05%. Nada que faça com que a moeda avance para além de R$ 2. Fechou a sexta-feira com R$ 1,96, redondos. E daí pra um poquetinho mais, se é que não voltará a cair, é o máximo que se pode esperar. Para o mal. Ou para o bem.

 

SUGESTÃO DE LEITURAconfira a reportagem “Dólar completa uma semana de alta e fecha a R$ 1,96”, publicada pelo G1, o portal da Globo, com informações da agência britânica Reuters.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo