EconomiaSanta Maria

FEISMA. Dica do sítio: apareça no CDM, a multifeira é chance rara de conhecer o que se faz na cidade

Prefeito Schirmer e o discurso final, antes da abertura da Multifeira, neste sábado
Prefeito Schirmer e o discurso final, antes da abertura da Multifeira, neste sábado

Mais que a solenidade, chance para se ouvir discursos bem articulados, como os do presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços (Cacism), Júlio Kircchof, e o do prefeito municipal Cezar Schirmer, de resto em pouco ou nada diferentes dos habituais a esse tipo de evento, o que interessa meeeeesmo é o conteúdo da Feisma.

A multifeira de Santa Maria, como acontece nos últimos cinco anos, é, para dizer o mínimo, muuuito bem planejada e realizada – pela Cacism e sua comissão organizadora. E consegue oferecer, o que para este (nem sempre) humilde repórter é fundamental, o que de fato a cidade produz. E não apenas em bens e serviços, como também em idéias e conceitos. Não adianta ficar aqui a falar A ou B. Importante é comparecer. Vai ao Centro Desportivo Municipal, onde ela acontece; se é que vale a dica do sítio.

Enquanto isso, a para saber mais sobre a solenidade de abertura, acompanhe material distribuído pela assessoria de imprensa da feira. A foto é deste repórter; o texto de Alice Balbé e Letícia Sarturi Isaia, alunas de jornalismo da Unifra. Confira:

Começa a maior multifeira da região

A FEISMA – Multifeira de Santa Maria abriu as portas aos visitantes na manhã deste sábado, dia 31 de outubro. A solenidade de abertura foi realizada no pavilhão Itaimbé e contou com a presença de autoridades políticas, militares, educacionais e do empresariado.

O grupo OCA Brasil – América Latina iniciou a festividade afinada no clima da feira. A organização que disponibiliza oficinas culturais a estudantes da rede pública de ensino, apresentou intervenções teatrais e musicais com a temática voltada ao meio ambiente. Para suscitar indagações sobre o futuro do planeta, representaram os indígenas e os quatro elementos da natureza.

A proposta da FEISMA que convoca consciências e a responsabilidade cidadã em relação a um mundo verde foi destacada pelo presidente da Cacism, Julio Kirchof. “É um momento em que a população mundial começa se preocupar com os danos provocados pela nossa existência”, disse Kirchof, referindo-se aos problemas ecológicos. Ele também citou a necessidade de mudarmos a forma de viver.

O prefeito Cezar Schirmer considerou esta 24ª edição da Multifeira um marco para a história da cidade. Segundo o governante, a feira é a representação da união de diversos setores busca um único propósito: “tornar Santa Maria uma referência local, regional e nacional”.

A FEISMA ocorre de 31 de outubro a 08 de novembro, no Centro Desportivo Municipal. É uma parceria da Câmera de Comércio e Indústria de Santa Maria e Prefeitura.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

5 Comentários

  1. Não disse em momento algum que o pavilhão da inovação não é bom, disse sim e reafirmo que o discurso do Prefieto Dr. Schirmer é ultapassado e lembra os anos 70.

  2. Aspectos da FEISMA a se considerar: a decoração apesar de interessante não chega perto da apresentada em 2008; a praça de alimentação oferece opções variadas mas o preço dos produtos está fora de padrão, e a reclamação é geral, sendo que a justificativa dos proprietários é o custo elevado dos espaços (será que a CACISM precisa cobrar tanto???); o Pavilhão Inovação é muito interessante e uma iniciativa válida (parabéns ao Busatto). Mas com relação ao espaço da Prefeitura é de se comentar a quantidade de gente sentada nos lindos sofás. Tem duas salas com ar mas que não tem ninguém dentro; estão com camisetas de “Voluntários Cidade” mas quase todos (ou todos) tem cargos; as palestras não tem atraído o público; e me preocupa que alguns integrantes do governo (inclusive Secretários) não colocaram o pé (ou a cara) por lá. O que estará acontecendo????

  3. Lendo no penúltimo parágrafo a declaração do Prefeito Schirmer, tenho a impressão que a mensagem que ele que passar é que a FEISMA tem duas fases. aB e dB (antes de Busatto e depois de Busatto)! E tem muita gente na cidade acreditando nisso, é só ficar atento às declarações!

  4. Discordo totalmente de Ildo “O pior cego é aquele que não quer ver” O Pavilhão da Inovação esta sendo um sucesso. è uma nova Santa Maria que esta nascendo. SEM RANÇO

  5. Esse discurso de tornar referencia para isso e aquilo parece aquele tempo em que cada cidade queria ser a capital de alguma coisa, cachoeira era a capital do arroz,santa Rosa capital da soja e por aí se ia….É um discurso ultrapassado,velho, perdido no tempo o mundo está globalizado tudo chega rápido,só o que não chegou até agora foram ações concretas do governo do Dr. Shirmer é só espetáculo e espetáculo, anuncio e anuncio como dizia um velho gaúcho “tipo tossa de porco” muita gritaria e pouca lã!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo