ColunaObservatório

COLUNA OBSERVATÓRIO. As boas intenções de Schirmer e o confronto com a realidade financeira da comuna

Antes de mais nada, é preciso louvar a intenção do prefeito Cezar Schirmer de dotar a cidade das devidas condições para oferecer bem-estar aos santa-marienses, captar investimentos, gerar emprego e renda e, ainda, garantir mais qualidade de vida.

Nisso se inserem, para citar poucos exemplos (há mais, beem mais), a utilização do espaço doado pelo Clube 21 de Abril, a atração de empresas chinesas e uruguaias, o projeto de um autódromo e, como A Razão já noticiou nesta sexta-feira, o sonho de adquirir o prédio histórico da SUCV.

Enfim, fora a louvável iniciativa de todas as propostas, indagações se impõem: de onde sairão recursos para bancar tudo isso? Não serão do orçamento da comuna, que, desinflado do trocão do PAC (oriundo, na maior parte, do governo anterior ou, o reivindicado agora, com destino certo), está-se reduzindo? Terá a iniciativa privada local capacidade para financiar e até garantir tudo isso?

Tomara que sim. Afinal, tanto quanto o prefeito, queremos ver tangíveis essas (boas) idéias. Para o bem da comunidade.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. O excelentíssimo prefeito está trabalhando ativamente para economizar as verbas necessárias às suas obras – às custas do desrespeito aos direitos adquiridos e ao arrocho salarial dos funcionários da prefeitura – vide professores municipais, que não recebem o piso nacional mínimo para a categoria e estão constantemente ameaçados de perder as conquistas garantidas pelo plano de carreira.Dinheiro disponível existe somente para comprar o apoio dos professores com prêmios pela competência (leia-se aprovação de alunos em massa, falsos índices de evasão, bons resultados nas provinhas do governo etc.). São os “ventos neoliberalizantes” soprando da direção do Piratini…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo