CongressoEleições 2010Judiciário

ELEIÇÕES 2010. Mais de 2,7 mil candidatos já estão fora. Inclusive 48 gaúchos

Outro dia, escrevi aqui sobre os cuidados que o eleitor deve ter para não votar num “FANTASMA” – que, embora constante da lista de candidato, não é exatamente um concorrente. Pois é bom saber que, dos 22,5 mil pretendentes inicialmente registrados na Justiça Eleitoral, mais de 2,7 mil já estão fora da disputa.

Boa parte deles simplesmente desistiu. Inclusive 48 gaúchos (para saber quem são, clique AQUI). O mais notório deles o vice-governador Paulo Feijó (DEM), que largou a carreira por uma vaga na Assembléia Legislativa. Outro, razoavalmente conhecido, também buscando vaga no parlamento gaúcho, é o petebista Edir Oliveira. Ambos estão fora do páreo por vontade própria.

Mas há outras razões, para a saída da listagem. Há os que tiveram o registro cancelado pelos próprios partidos, os que a própria Justiça indefiriu ou cassou e até alguns casos de candidatos que morreram no meio do caminho.

Quem trata desse assunto, inclusive oferecendo o nome de todos os que estão fora do pleito, já neste momento, é o sítio especializado Congresso em Foco. A reportagem é de Edson Sardinha e Mário Coelho. Acompanhe:

Um em cada dez candidatos já desistiu da eleição

A menos de três semanas do primeiro turno, a eleição já terminou para um em cada dez candidatos. Das 22.570 candidaturas registradas na Justiça Eleitoral nos estados e no Distrito Federal, 2.726 foram completamente descartadas por terem sido consideradas inaptas – seja por critérios de inelegibilidade (como os estabelecidos pela Lei da Ficha Limpa), seja por falta de documentação, seja por desistência ou morte dos candidatos. Outros motivos para a corrida ter parado para esses são candidatos, por exemplo, são a falta de filiação partidária e a não quitação de pendências eleitorais.

A maioria dos candidatos excluídos da disputa teve seu registro recusado por não obedecer às exigências da legislação eleitoral. Isso ocorreu com 1.749 candidatos. Outros 841 desistiram da corrida eleitoral antes da reta final. Cento e vinte candidaturas foram canceladas a pedido dos próprios partidos políticos. A lista dos inaptos inclui 12 candidatos em que a Justiça eleitoral sequer reconheceu a candidatura, dois que morreram durante a campanha e um que teve seu registro cassado…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo