’TRACKING’. Dilma cai 2%, Marina sobe 1%, Serra fica onde está. Diferença pró-candidata petista é de 34%

Pela primeira vez em oito dias, o “tracking” (pesquisa diária) do Vox Populi, para a rede Bandeirantes e o portal iG, apresenta uma queda da líder, Dilma Rousseff, do PT. Ela caiu 2%, dentro da margem de erro de 2,2%, e agora tem 54% de intenção de voto. Seu principal oponente, o tucano José Serra, porém, não cresceu, mantendo-se com 21% das preferências do eleitorado. Quem subiu, e foi de 1%, foi a terceira colocada, Marina Silva, do PV, agora com 9%.

Com esse resultado, mantém-se uma larga distância (34%) de Dilma sobre Serra e, sobretudo, a expectativa de não haver segundo turno. Mais detalhes, na reportagem publicada pelo iG. A seguir:

Vox/Band/iG: Dilma cai de 56% para 54%

Pela primeira vez desde o início do mês, a candidata Dilma Rousseff (PT) oscilou para baixo em uma medição diária do tracking Vox Populi/Band/iG para a eleição presidencial. A petista, que em uma semana subiu de 51% para 56% das intenções de voto, aparece agora com 54%. O principal concorrente, José Serra (PSDB), permanece com 21% das preferências apuradas no dia anterior – ele tinha 25% no dia 1º de setembro, quando o instituto começou a fazer a medição. Com esse resultado, Dilma venceria a eleição logo no primeiro turno.

Marina Silva, do PV, oscilou um ponto percentual para cima e aparece com 9% na medição feita no último dia 7 pelo Vox Populi. O índice dos que não sabem ou não responderam em quem pretende votar em 3 de outubro passou de 10% para 11%, enquanto o total das intenções de voto para outros candidatos soma 2% (era 1% desde o começo da medição). Brancos e nulos permanecem 4%…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *