Estado

NÃO CUSTA LEMBRAR. Como alguém pode governar, se nem viajar pode, com medo do vice?

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui na tarde de 11 de outubro de 2009, um domingo:

POLÍTICA SURREAL. Medo do vice faz Yeda desistir de viagem aos Estados Unidos

A que ponto chegamos, na política gaúcha. O nome que se queira dar é aceitável, embora a este (nem sempre) humilde repórter não cabe outro senão medo. A governadora Yeda Crusius, temerosa de uma ação do vice (por quem nutre ódio devidamente retribuído), Paulo Afonso Feijó, que poderia assumir o cargo por eventual decisão judicial, simplesmente desistiu de viajar aos Estados Unidos, onde cumpriria roteiro do interesse do Rio Grande do Sul.

Não sei mais o que dizer a respeito, exceto tratar-se de episódio político no mínimo surreal. E, até onde vai minha memória histórica, absolutamente inédito. Ainda mais pela forma: aparentemente, a desistência se deu já com a viagem iniciada. Afinal, Yeda estava em São Paulo, onde tomaria avião para o território ianque…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI  

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, temos aqui um fato que a história ainda vai registrar, com o devido distanciamento. No entanto, cá entre nós, como pode, e repito a pergunta do título desta nota, alguém governar, se nem viajar (em nome do Estado) pode, com medo do vice?

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo