ColunaObservatório

COLUNA OBSERVATÓRIO. Há meio ano, a Corsan fez uma proposta. Quem sabe dela?

Em junho, como noticiaram esta coluna e o site do jornalista na internet, a Corsan apresentou proposta à prefeitura. A empresa propunha renegociação do contrato de concessão dos serviços hoje prestados – que se prolongaria por 20 anos.

Em contrapartida, se dispunha a investir, no período, R$ 420 milhões de reais. Parte importante dos recursos, a ser usada para sanear Camobi, viria através do PAC 2 – aquele mesmo que projetos fiasquentos, pra não dizer malfeitos, que fizeram o município deixar de receber R$ 65 milhões para habitação. A fundo perdido.

Mais: o novo contrato, se aceito, previa a criação do Fundo de Gestão Compartilhada. Assim, em vez de a tarifa ir toda para a sede da empresa, em Porto Alegre, uma parte – algo em torno de R$ 1 milhão – por mês – seria depositada em conta específica, que só poderá ser movimentada em conjunto por Prefeitura e Corsan.

Perguntinhas bestas claudemirianas: alguém sabe do destino da proposta? Se, como parece, foi  recusada, quais as alegações?

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo