Claudemir PereiraHistóriaJornalismo

A PAIXÃO POR UMA CIDADE (118). Encantado, se depender de Alexandre Peters Longhi, é em Santa Maria que vai viver

Por LICIANE BRUN (texto) e MAIARA BERSCH (foto)

Alexandre Peters Longhi: Santa Maria é sua opção para construir a vida

Faz apenas dois anos que ele mora aqui, mas já está decidido. Se puder escolher vai ser em Santa Maria que o estudante de Direito Alexandre Peters Longhi vai passar a vida. O catarinense que veio de Curitibanos, se encantou com Santa Maria. A primeira impressão que teve foi de uma cidade grande e bonita. “Principalmente as mulheres são muito bonitas. Aliás, as gaúchas são lindas!”

Alexandre sempre teve um amor muito grande pelo Rio Grande do Sul. Durante algum tempo morou no Uruguai. Foi nessa época que conheceu Santa Maria, pois no caminho entre Curitibanos e o Uruguai passava pela cidade e pernoitava em hotéis por aqui. E foi por gostar de Santa Maria que o jovem optou por estudar na cidade.

Agora, Alexandre não quer ir embora. Ele relata que foi muito bem recebido e que o povo é muito acolhedor e educado. Em dois anos já conquistou amizades e se apegou a Santa Maria, por isso, se puder escolher, é aqui que irá construir a sua vida.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo