Eleições 2010

NÃO CUSTA LEMBRAR. O vice de Serra sairia à undécima hora. E, a uma semana da decisão, Índio estava fora da lista

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui na madrugada de 24 de junho de 2010, uma quinta-feira:

VICE DE SERRA? Esqueça. Ele não sai antes do final do mês. Sobram especulações

É verdade que a discussão está se afunilando. Nem que seja cronologicamente. Afinal, dentro de poucos dias, a chapa terá que ser registrada no Tribunal Superior Eleitoral. No entanto, definição ainda não existe. E quem a dará é o próprio José Serra, o candidato tucano (e da oposição) à Presidência da República que, afinal de contas, avocou a decisão.

De todo modo, a informação do momento dá conta de que não passa de dois ou três, quem sabe quatro, os nomes dentre os quais sairá o vice…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, fica cada vez mais fácil entender algumas das causas que levaram Serra a uma nova derrota, agora não mais para Lula, mas para a candidata dele. Faltava uma semana para o prazo se esgotar e tucanos e demos não paravam de brigar. Índio? Quem? Ah, o vice, esse chegou só depois da hora.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo