Câmara de VereadoresMemóriaPolítica

MARIA DE LOURDES. Vitor Hugo do Amaral Ferreira e o seu tributo à vereadora que partiu antes do tempo

“…Lembraremos da sua boa risada, do brilho no olhar, de quando tensa juntava as mãos ao rosto; lembraremos das suas convicções, que a fizeram lutar por políticas para crianças, idosos e mulheres, por saúde, pela qualidade dos serviços públicos; e dos seus desejos por uma política séria, diferente.

No seu último discurso, um primeiro passo à reflexão, clamou por união em detrimento ao individualismo; chamou pela ética; vez transparecer o desgosto, mas não esmorecia da vontade de lutar. Enquanto todos a escutavam, ouviu-se falar do civismo em culto à boa política e na ética como reflexão à moral…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo “Maria de Lourdes Castro”, colaborador semanal deste sítio. Ele é advogado formado em Direito pela Unifra, com especialização (na área de Violência Doméstica contra Criança e Adolescente)  na USP e  mestrado em Integração Latino-Americana, Amaral Ferreira é também, entre outras atividades, Procurador Jurídico da Câmara de Vereadores.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Pois é amigo Vitor, soubeste usar as palavras adequadas…
    Penso que é mais oportuno fazer homenagens, agradecimentos e cumprimentos merecidos quando em vida. Conheci a Maria de Lurdes recentemente, quando elaborou e conseguiu aprovar o projeto de lei sobre a proibição do fumo em lugares fechados. Sua dedicação sobre a saúde estava sempre pautando suas atitudes. Me permito revelar que seu sonho (expectativa) era ser titular da secretaria da saúde da comuna (bem antes da reforma administrativa), pois acreditava que poderia contribuir com os anseios da sociedade, principalmente frente as dificuldades eternas da saúde e dos mais carentes. Conversei algumas vezes com Lurdes e fiquei impressionado com sua força de vontade, muito bem informada, dedicada e conhecimento da área da saúde, embora fosse de formação acadêmica fonoaudióloga.
    Meus sentimentos aos familiares…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo