Eleições 2014Política

PESQUISA. Não teria para ninguém, se eleição fosse hoje, diz o Ibope. Dilma ganharia em qualquer cenário

Mais uma pesquisa de intenção de voto para a Presidência da República foi divulgada. Agora, feita pelo Ibope, sob encomenda do jornal O Estado de São Paulo. Confira mais detalhes, no material originalmente publicado na versão online d’O Globo. A seguir:

 “Dilma aumenta vantagem sobre Aécio e Campos, diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira pelo jornal “O Estado de S.Paulo” mostra que a presidente Dilma Rousseff (PT) aumentou sua vantagem num cenário em que concorre com o senador Aécio Neves (PSDB) e o governador pernambucano Eduardo Campos (PSDB).

A presidente, que venceria a disputa no primeiro turno, tem 43% das intenções de voto, ante a 14% do tucano e 7% do socialista. Brancos e nulos somam 21%; eleitores que não sabem ou não opinaram são 15%. No levantamento anterior, divulgado em 24 de outubro, Dilma tinha 41%; Aécio, os mesmos 14%; e Campos, 3 pontos percentuais a mais.

Com Marina Silva (PSB) no cenário, Dilma teria 41%, a ex-senadora 16% e Aécio, 13%. Brancos e nulos são 17% e entrevistados que não sabem ou não responderam somam 12%…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo