Santa MariaTragédia

KISS, 1 ANO. Da vigília no local, que já começou, ao ato ecumênico, às 8 da noite, 242 vítimas lembradas

As meninas vistas nos cartazes, no auditório da Unifra, são apenas duas das 242 vítimas (foto Deivid Dutra/A Razao). Elas e as outras 240 são lembradas neste dia 27
As meninas vistas nos cartazes, no auditório da Unifra, são apenas duas das 242 vítimas (foto Deivid Dutra/A Razao). Elas e as outras 240 são lembradas neste dia 27

Daqui a pouco, às 3 da manhã, na rua Andradas, em frente ao estacionamento do Carrefour, onde funcionava a boate Kiss, as centenas de pessoas que ali já se aglomeram, vão se MANIFESTAR. Na verdade, não apenas elas, senão que a comunidade inteira – convidada a fazer barulho. Ninguém dormirá? Talvez. Mas isso já aconteceu há exatamente um ano, quando, por conta do incêndio na casa noturna, morreram 242 jovens. Sim, jovens. E centenas de outros se feriram. Não poucos com gravidade e sequelas que perdurarão a vida inteira. Ou alguém acha que a perna perdida pela menina Kellen voltará?

Isso, porém, é só o início. Que, aliás, pode ser contado também a partir do último sábado, quando começou o Congresso Novos Caminhos, promovido pela Associação dos Familiares das Vítimas, e que também encerra nesta segunda-feira. O final? Além da permanente busca por Justiça? Pelo menos nesta segunda-feira será à noite, com ato ecumênico na Praça Saldanha Marinho, em que os destaques são o tradicional “minuto do barulho” e a batida de uma banda, que lembrará, um por um, os 242 mortos.

Um dia diferente este, em Santa Maria. Mas também não foi assim, em 27 de janeiro de 2013? Pooois é.

A seguir, em dados que o editor compilou do jornal Diário de Santa Maria, confira muitas das atividades marcadas para esta segunda-feira:

De agora até 8 da manhã –  Vigília em frente à boate Kiss, promovida pelo Movimento Luto à Luta, com apoio de entidades sindicais. Às 3 da manhã, sirenes serão acionadas perto da casa noturna. Quem quiser participar, de outros pontos da cidade, está sendo incentivado.

9 da manhã –  Ato cultural em homenagem às vítimas no campus da UFSM, entre o Planetário e o Espaço Multiuso.

2 da tarde  – Segunda apresentação do documentário Janeiro 27, dos produtores Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento, na Unifra (Rua dos Andradas, 1.614)

5 da tarde Apresentação artística e cultural, na Praça Saldanha Marinho. Ali também haverá o início da homenagem derradeira, próximo à tenda da Associação dos Familiares. Haverá

um minuto de silêncio e, depois, os abraços grátis – para este evento, criado no Feicebuqui, os organizadores pedem para as pessoas irem preferencialmente com roupas brancas ou camisetas em homenagem aos amigos e parentes vítimas da Kiss

8 da noite – o tradicionalMinuto de Barulho” – sinos, buzinas e palmas terão como ponto de partida a Praça Saldanha Marinho. Após o ato, uma banda formada por jovens tocará 242 vezes a mesma batida, para homenagear as vítimas da tragédia

Eventos paralelos – Campanha nas redes sociais para que as pessoas façam doação de sangue em Santa Maria no dia 27. No Banco de Sangue do Hospital Casa de Saúde, Hemocentro Regional e Hospital de Caridade Dr. Astrogildo de Azevedo

Missas – estão previstas pelo menos cinco celebrações, no final da tarde e no início da noite, em templos católicos. Às 6 da tarde, na Catedral Metropolitana e no Santuário Basílica da Medianeira; às 7 nas paróquias das Dores e Perpétuo Socorro; e às 8, na paróquia Nossa Senhora de Fátima.”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo