JudiciárioPrefeituraTransporte

TARIFA. Juiza só decide sobre liminar pedida pela Defensoria, após ouvir a manifestação da Prefeitura

Transporte coletivo: Defensoria quer redução da tarifa. Magistrada ouve a Prefeitura
Transporte coletivo: Defensoria quer redução da tarifa. Magistrada ouve a Prefeitura

São três dias a contar da citação da Procuradoria do Município. O que significa, na melhor das hipóteses, até metade da próxima semana. Explica-se: para decidir se concederá ou não liminar à Defensoria Pública, que busca a redução da tarifa de transporte coletivo, em ação ajuizada na quarta-feira, a juiz Eloisa Helena Hernandez de Hernandez, antes, quer ouvir a posição da Prefeitura – que, afinal, decretou o reajuste, após ouvido o Conselho Municipal de Transportes.

O que isso significa? Apenas isso. Isto é, não há definição ainda e nem há indícios seguros de que a liminar será concedida, na avaliação deste editor. Por enquanto, e em relação especificamente ao pedido da magistrada e suas decorrências, confira material originalmente publicado na versão online do Diário de Santa Maria. O texto é de Marcelo Martins. A seguir:

Juíza dá três dias para que prefeitura se manifeste sobre tarifa

O pedido da Defensoria Pública do Estado, apresentado na tarde de quarta-feira, que pede a revogação do preço da tarifa do transporte público em Santa Maria, que passou de R$ 2,45 para R$ 2,60 em fevereiro, teve um novo desdobramento. A juíza Eloisa Helena Hernandez de Hernandez emitiu despacho, na quarta-feira, para que a prefeitura municipal se manifeste sobre o pedido feito pelos defensores públicos Juliano Ruschel e Juliano Viali.

Na nota, Eloisa Helena pede que “intime-se com urgência, por mandado, a procuradora- geral do município”. Nos próximos dias, Anny Desconzi, titular da Procuradoria Jurídica da prefeitura, deve ser intimada por mandado, ou seja, ela deverá ser chamada pessoalmente a apresentar a pré-defesa do município à Justiça Estadual…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo