OBSERVATÓRIO. Quer saber, meeeesmo, o que importa? É isso: o suuupertrocão de R$ 119 milhões

OBSERVATÓRIO. Quer saber, meeeesmo, o que importa? É isso: o suuupertrocão de R$ 119 milhões - Palacete-para-OBSERVATÓRIO-site

Palacete da SUCV: negociações de cinco meses. Na surdina. O resto é desimportante

A Corsan e a Caixa Federal assinaram, segunda-feira, acordo para financiamento no valor de R$ 119 milhões para a realização de obras de esgotamento sanitário em Santa Maria. Firmado na capital, o contrato teve a anuência do Palácio Piratini e do Palacete da SUCV.

Essa é a informação básica do último ato. Falta dizer aí e esta talvez seja a única grande novidade relevante, que a adesão do município já havia se dado em 27 de maio, ou quase dois meses antes. E que foi produto de uma negociação de cinco meses, cujo teor permanece desconhecido.

Se apurou, porém, que o desfecho se deu com base em dois pontos, enfim, aceitos pela Corsan. Um é que não fica a obrigação de extensão automática do contrato de concessão, que vence dentro de dois anos – período bastante inferior ao necessário à conclusão da obra. E o outro é que o município não é avalista do financiamento, em caso de não pagamento pela Companhia.

Ora, convenhamos, é um acordo e tanto, para Santa Maria. Que terá obra de reflexos inestimáveis para a saúde do cidadão local no longo prazo. E, sobretudo, não implica em prejuízo para a própria empresa pública, uma vez que, conforme se noticia, no caso da perda da concessão (algo que, aliás, o colunista considera improvável), o financiamento terá que ser transferido automaticamente para o concessionário que vier.

De concreto, fica a implantação de 56,4 mil metros de redes coletoras, 5,1 mil ligações prediais e cinco estações de bombeamento. E também a reforma e o aumento da Estação de Tratamento de Esgoto, com construção de dois novos módulos. O  empreendimento, veja só, beneficiará diretamente 130 mil habitantes dos bairros Jockey Club, Tomaz, Alegria, Medianeira, Campestre do Menino Deus, Tropical, Formosa, Santos, Parque Residencial Pinheiro Machado, Residencial Lopes e Parque Dom Antônio Reis.



2 comentários

  1. GEF

    Trocão? De positivo só a obra e somente quando ficar pronta. Trata-se de um financiamento e não dinheiro a fundo perdido. Logo não é presente, o pagamento sairá do bolso dos usuários.

  2. oaranhanegra

    ""Trocão? De positivo ""só a obra"" e somente quando ficar pronta""
    Você tem ideia, GEF, do que representa multiplicativamente crianças, jovens, cidadões.
    Saneamento Basico.
    ""A implantação de 56,4 mil metros de redes coletoras, 5,1 mil ligações prediais e cinco estações de bombeamento. E também a reforma e o aumento da Estação de Tratamento de Esgoto, com construção de dois novos módulos. O empreendimento, veja só, beneficiará diretamente 130 mil habitantes…
    Só ISSO…..????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *