EconomiaNegócios

NEGÓCIOS. Carlos Costabeber, a crise que poderá chegar e as chances que sempre surgem nessa hora

“…De uma maneira ou de outra, teremos reflexos diretos e indiretos, sobre o futuro dos negócios e dos empregos. A cada um de nós caberá a responsabilidade de “fazer uma leitura” do que teremos pela frente. E não serão dias fáceis, tenham certeza. Basta ver o que já está ocorrendo com o setor automotivo e com a construção civil.

Mas, por outro lado, SÃO NOS MOMENTOS DE CRISE, QUE SURGEM AS OPORTUNIDADES. E é grande o número de exemplos que encontramos na história econômica, de gente que conseguiu transformar momentos difíceis, em realizações de muito sucesso…”

CLIQUE AQUI  para ler a íntegra do artigo “As melhores oportunidades surgem nos momentos de crise”, de Carlos Costabeber – graduado em Administração e Ciências Contábeis pela UFSM (instituição da qual é professor aposentado), com mestrado pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, com especialização em Qualidade Total no Japão e Estados Unidos. Presidiu a Cacism, a Câmara de Dirigentes Lojistas e a Associação Brasileira de Distribuidores Ford. É diretor da Superauto e do Consórcio Conesul.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Santa Maria tem muitos funcionários públicos. Fora a UFSM, deve ter uma meia dúzia de quartéis do exército, Base Aérea e Brigada.
    No auge da crise o governo baixou o IPI dos automóveis, zerando a alíquota para carros até 1000 cilindradas, dividindo pela metade a faixa de cilindrada logo acima e assim por diante.
    Juros baixaram, baixou o IOF e ocorreu estímulo ao crédito.
    Linha branca também se beneficiou.
    Agora é só descobrir o que os setores que não tiveram incentivos acharam das "oportunidades".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo