ColunaObservatório

OBSERVATÓRIO. Há 179 anos, iniciava a Revolução

Isso é história!

 “19 de 1835 (à noite – Início da Revolução Farroupilha, que vai durar até 1º.3.1845, com a assinatura da Paz de Ponche Verde. No decênio farroupilha não é muito rica a crônica santa-mariense, à falta de fontes informativas e de acontecimentos importantes, além dos registrados nesta Cronologia, bastante pálidos se comparados aos de outros lugares gaúchos. Não deve haver dúvida de que alguma coisa foi perdida no incêndio dos arquivos farroupilhas de Cachoeira, mandados queimar pelo Major Imperial José Vitor de Oliveira Pinto, em praça pública, a 11.6.1840, por ocasião da tomada da vila na véspera, pelas forças legais…

(data indefinida) – Bento Manuel Ribeiro reúne gente no distrito de Santa Maria e em São Gabriel, Caçapava e Encruzilhada, aparentemente para apoiar a Revolução, mas termina do lado imperial. Era comandante das armas, a maior autoridade militar da província e sob pretexto fútil ausentou-se da capital, para trair companheiros e reunir gente.”

(Da terceira edição do livro “Cronologia Histórica de Santa Maria e do extinto município de São Martinho”, de Romeu Beltrão)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo