ColunaObservatório

OBSERVATÓRIO. E Santa Maria vira uma paróquia

Isso é história!

1837 (fins de março) – Passa por Santa Maria, a caminho de Porto Alegre, a comitiva que acompanha o presidente da província, Antero de Brito, quando este foi aprisionado por Bento Manuel Ribeiro, no Passo do Itapevi, em 23 de março, ‘tendo feito o trajeto do Passo de São Simão a Boca do Monte debaixo de grande susto, porque constava que os revolucionários haviam ocupado São Gabriel em 22 de março’…

24 de setembro de 1837 – José Alves Valença é comandante geral da polícia de Santa Maria e assina-se como tenente.

17 de novembro de 1837 Por Lei Provincial n. 7, assinada pelo presidente Antero Elzeário de Miranda e Brito, é criada a Freguesia de Santa Maria da Boca do Monte, que passa a ser paróquia, mas como filial de Cachoeira. A mesma lei cria a Freguesia de Santa Bárbara de Encruzilhada.

25 de novembro de 1837 – José Alves Valença assina-se como capitão e, deixando Cruz Alta, acampa no Rincão do Botucaraí, hoje Soledade.”

(Da terceira edição do livro “Cronologia Histórica de Santa Maria e do extinto município de São Martinho”, de Romeu Beltrão)

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo