OBSERVATÓRIO. Carta na manga do peemedebismo

OBSERVATÓRIO. Carta na manga do peemedebismo - cezar-gehm-para-OBSERVATÓRIO-site

Cezar Gehm é uma opção. Se o plano A falhar

Impedida de concorrer (se este fosse seu desejo, claro) por força legal, Fátima Schirmer está fora da disputa eleitoral de 2016. Era o nome do PMDB para tentar manter a prefeitura sob o comando do partido. A ideia, ainda não abandonada, é convencer alguém novo (Quem? Quem?) e filiá-lo no último prazo legal (setembro de 2015) e apresentá-lo ao eleitorado.

Se não for possível, há quem defenda, no interior da sigla, o fortalecimento do único nome considerado viável, por esses militantes: o do empresário e vereador Cezar Gehm. De cuja opinião a respeito, aliás, ninguém sabe. Seria ele a carta na manga do peemedebismo.

No entanto, com nome “novo” ou Gehm ou algum outro hoje invisível, só há uma certeza: o PMDB terá um candidato a prefeito. De preferência em parceria com outro partido médio ou grande. A conferir.



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *