OBSERVATÓRIO. Prudência não faz mal algum, no entanto, o fato é que a Travessia Urbana anda bem

OBSERVATÓRIO. Prudência não faz mal algum, no entanto, o fato é que a Travessia Urbana anda bem - travessia-para-OBSERVATÓRIO-site

Impressiona o avanço da obra da Travessia. Que assim continue, é o desejo de todos

Em obra pública, a história ensina, o melhor mesmo é ser prudente. Tomemos, para ficar em casa, a BR 158. Demorou mais de 40 anos. Mesmo quando agilizou, no primeiro governo Lula, com o deputado Paulo Pimenta “em cima”, não foi fácil.

Feita essa ressalva, porém, impressiona o ritmo de trabalho naquela que é, disparada, a principal obra de infraestrutura da história de Santa Maria, com investimento superior aos R$ 300 milhões. No caso, a Travessia Urbana, que tem também o parlamentar petista como mentor e, digamos, “fiscal político” direto desde sua concepção.

Se não houver interrupção (sim, a prudência de novo se manifesta, inclusive por conta da desocupação de espaços no lote oeste) expressiva, é até possível sonhar com os 14 km e suas várias obras de arte inteiramente concluídos num prazo de até três anos.

Otimismo, de vez em quando, convenhamos, faz bem. Amém!



3 comentários

  1. O Brando

    Menos de 5 Km por ano. Se der tudo certo. No Japão, em quanto tempo eles terminariam a obra?
    Petistas são otimistas porque o grau de exigência é baixo. Nesta obra não vai ter comissão de notáveis para fiscalizar?

  2. GORDO INCRÉDULO

    Começaram as obras com a "carreta na frente dos bois". Vai ser igual a BR-101, mais ou menos 10 anos de "brigas" pelas desapropriações,que agora começam à ser negociadas. É mais uma obra para render "politicagem" e "paternidades" !!!! Mas Paulo Pimenta é um "milagroso" e certamente intercederá por nós!!!! Que DEUS lhe ouça !!!!

  3. Alarico

    Faço votos que a Gordura não afete meus neurônios a ponto de ficar O-Brando baboseiras aqui no sítio.
    Mais uma vez, parabéns ao Pimenta e à BR 158.
    Santa Maria gosta mesmo é do Xirme e do Farret, essas belezocas da ficção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *