Eleições 2016Política

ELEIÇÕES. Minúsculos contestam candidatura do Solidariedade e dizem que vão juntos até outubro

Ana Neri: cinco partidos juntos, mas não necessariamente apoiando candidato do Solidariedade
Ana Neri: cinco partidos juntos, mas não necessariamente apoiando nome do Solidariedade

E, de repente, sobrou ruído na informação. O pastor Jader (Jaderson Maretoli) é candidato a prefeito. Pertence ao Solidariedade, nacionalmente presidido pelo deputado federal Paulinho da Força, aliado de Eduardo Cunha e um dos pontas de lança, pelo lado direito, da tentativa de derrubar a presidente Dilma. Maretoli anuncou, para fonte do editor, que seu vice será o também pastor Adão Lemos, que pertence ao PSC, partido que tem Jair Bolsonaro como sua grande estrela, coadjuvado pelo Pastor Feliciano. Então está tudo certo? Não necessariamente. Pelo menos no que toca ao vice.

Ana Neri Knupp, presidente do PSC (Partido Social Cristão), em contato direto com o editor, deu conta da existência de um grupo de cinco partidos, todos minúsculos em Santa Maria, que discute eleição há um ano e meio. Além do PSC, estão nessa jornada PTN, PRTB, PRB e PTC. A ideia é partirem juntos para a empreitada de outubro.

Deduziu o editor que podem apresentar candidatura única à Prefeitura. Mas isso não significa que será Maretoli, que pode até ir sozinho. Nem que isso acontecerá – pode haver apoio a alguma das candidaturas postas. Isso não é informação; é, repita-se, dedução.

O fato objetivo é que os minúsculos encontraram guarida na mídia. Não na tradicional, que não dá bola para eles, objetivamente. Mas aqui nesse espaço. Aguarda-se novos desdobramentos.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. acho que estes pequenos partidos devem se unir e tentar modificar a politica o povo está cansado de ver partidos que se vendem por cargos, tomara que se lancem candidato proprio e consigam eleger um vereador pois estes que atualmente ocupam a camara se salva poucos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo