Coluna

É ESPORTE. Um superfeito do superSoldiers, que irá ao Gigante Bowl. Mas há futsal, futebol, basquete…

Por RAMIRO GUIMARÃES

No melhor momento

esporte gigante_bowlE o Santa Maria Soldiers conseguiu! A equipe santa-mariense está no Gigante Bowl, a final do Campeonato Gaúcho de Futebol Americano, que será disputado no Beira-Rio, no dia 18 de junho. A vaga foi assegurada com uma vitória por 18 a 0 sobre o Santa Cruz Chacais (o único time para o qual o Santa Maria Soldiers havia perdido na primeira fase do Estadual) lá em Santa Cruz do Sul. Agora, o exército santa-mariense terá duas semanas para se preparar para a grande decisão contra o Juventude F.A., que despachou o Restinga Redskulls na outra semifinal. E duas semanas também para curtir a fama.

O futebol americano está na moda. E não tem nada de ruim nisso… Pelo contrário! O Santa Maria Soldiers já foi duas vezes campeão gaúcho (em 2011, ainda na era “sem equipamentos”, e 2013) e uma vez vice (em 2012). Ou seja, no máximo, irá repetir, em 2016, o seu melhor resultado no Gauchão. Só que com muito, mas muito mais visibilidade. O Gigante Bowl, que nada mais é do que o Super Bowl no Gigante do Beira-Rio, foi uma ideia da Federação Gaúcha de Futebol Americano que o Sport Club Internacional abraçou. E, oferecendo a sua casa (já que o time de futebol estará enfrentando o Figueirense em Santa Catarina, dia 19, pelo Brasileirão), o Colorado fez com que o evento atingisse um outro nível.

O jogo do Santa Maria Soldiers será transmitido pelos canais OCTO (a antiga TVCom), da RBS, e ESPN Brasil. Sim, o time local estará em destaque na mesma rede que exibe as partidas da Liga Norte-Americana de Futebol Americano, a NFL. E, seguindo a pegada do Super Bowl, já tem até uma atração internacional confirmada, a cantora Katia Aveiro, irmã de Cristiano Ronaldo. O show do intervalo ficará por conta da banda Papas da Língua. A grandiosidade e a organização deste evento inédito por aqui também podem ser medidas pelo site exclusivo criado para venda de ingressos: www.gigantebowl.internacional.com.br. Ah… As entradas também podem ser compradas em Santa Maria, na Yes Idiomas, que fica na Rua Serafim Valandro. Bom, o fato é que, se você não gosta ou não conhece o futebol americano, prepare-se: pois ouvirá falar muito do esporte até o dia 18 de junho. E, se você gosta, aproveite. Porque o Santa Maria Soldiers voltou à decisão do Gauchão. E no melhor momento para isso.

Mais um Citadino

Com as disputas no futsal e no vôlei já consolidadas e em andamento, a Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, parte para o seu terceiro citadino do ano. Começou na noite de segunda-feira, na quadra principal do Centro Desportivo Municipal (CDM), o campeonato municipal de basquete, que retorna ao calendário esportivo de Santa Maria. A competição reunirá nove equipes e irá movimentar cerca 150 atletas da modalidade. A decisão do Citadino de Basquete 2016 já está marcada: dia 25 de julho, no CDM. Então, que comece a disputa… Bola ao alto!

A lenda Ali

Em 74, no coração da África, Ali nocauteou Foreman em um dos mais emblemáticos eventos esportivos da história
Em 74, no coração da África, Muhammad Ali nocauteou George Foreman em um dos mais emblemáticos eventos esportivos da história (foto Reprodução)

Impossível não fazer o registro neste espaço. O ex-pugilista Muhammad Ali morreu na noite de sexta-feira (madrugada de sábado pelo horário de Brasília), aos 74 anos. Ele lutava há trinta anos contra o mal de Parkinson, mas, segundo a sua família, a causa da morte foi um “choque séptico provocado por causas naturais não específicas”.

Faltam adjetivos para definir a trajetória de Ali, campeão olímpico, três vezes campeão mundial de boxe e eleito “O Desportista do Século” pela revista americana Sports Illustrated, em 1999. Só que a alcunha de “o maior de todos” só adquire seu real sentido quando se olha para o que o atleta fez fora dos ringues. Nascido Cassius Clay, Muhammad Ali assumiu um novo nome ao converter-se ao Islamismo, passando a militar junto ao Movimento Muçulmanos Negros. E isso em 1964, quando já era dono da medalha de ouro olímpica e do cinturão mundial de boxe.

Além de ativista contra o racismo, como atleta, também assumiu uma postura firme diante da Guerra do Vietnã e se negou a lutar pelos Estados Unidos. “Nenhum vietcongue me chamou de crioulo, por que eu lutaria contra eles?”, disse, na época. Por conta disso, foi destituído de seus títulos, banido do boxe por três anos e meio e condenado a cinco anos de prisão. E foi depois desse episódio que Muhammad Ali escreveu um dos capítulos mais espetaculares da sua história, “a luta na floresta”, a vitória por nocaute sobre George Foreman, na luta realizada no Zaire, em 30 de outubro de 1974. Ler, assistir e estudar sobre Muhammad Ali é uma obrigação para quem não viveu aquela época. E, neste sentido, cabe a indicação de dois excelentes filmes sobre ele: o documentário Quando Éramos Reis (1996) e o drama Ali (2001), estrelado por Will Smith. Depois de cerca de quatro horas sentado em frente à TV dá para entender melhor um pouco do tamanho da lenda que nos deixou no último final de semana.

Quem é que sobe?

Santa-mariense Rafael Dias é o preparador físico do Caxias, um dos quatro finalistas da Divisão de Acesso (foto Reprodução)
Santa-mariense Rafael Dias é o preparador físico do Caxias, um dos quatro finalistas da Divisão de Acesso (foto Reprodução)

O torcedor de Santa Maria talvez nem lembre mais, mas a Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho de Futebol continua rolando. E chegou, enfim, à etapa decisiva, aquela que colocará um clube na Série A em 2017. Eis os quatro sobreviventes: Pelotas, Caxias, Brasil (de Farroupilha) e União Frederiquense. Dessa turma, Caxias e União tentam retornar à elite imediatamente após terem sido rebaixados no ano passado. O Pelotas também caiu há pouco tempo, em 2014. Já o Brasil está na fila há mais tempo: desde 1999. Tradição à parte, se algum time pode ser apontado como favorito ao acesso, é o Caxias. Com um projeto pensado desde o segundo semestre do ano passado, quando o técnico Beto Campos e o preparador físico santa-mariense Rafael Dias chegaram ao Centenário, ainda durante a disputa da Série C do Brasileirão, o esquadrão grená mostrou consistência e regularidade, chegando à frente nas duas primeiras fases da Série A2. E conta com o artilheiro Jajá, ex-Riograndense, em grande fase. Agora, precisará confirmar tudo isso no quadrangular final. Já a partir desta quarta-feira.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo