JudiciárioPartidosPolítica

QUE LISTA!!! ”Las Vegas”, o “Mineirinho”, “Angorá”, “Primo”, “Caju”… os nomes da propina da Odebrecht

lista-da-odebrechtPor MATEUS COUTINHO, RICARDO BRANDT, FÁBIO SERAPIÃO e FAUSTO MACEDO, no jornal O Estado de São Paulo, e montagem com imagem de Reprodução

Com atuação no setor de Relações Institucionais da Odebrecht em Brasília desde 2004, o ex-diretor da área na empreiteira Cláudio Melo Filho revelou em sua proposta de delação premiada encaminhada à Procuradoria da República os nomes de ao menos 39 políticos por trás dos apelidos utilizados pelo “departamento da propina da Odebrecht”.

Em um tópico específico de sua delação, ele detalha como era a relação da empreiteira com cada um dos políticos, os pedidos, trocas de favores e os pagamentos, ora por meio de dinheiro vivo do Setor de Operações Estruturadas – nome oficial do departamento da propina revelado pela Lava Jato – ora por meio de doações oficiais.

Além dos agora já conhecidos “Angorá” (Moreira Franco), “Justiça” (Renan Calheiros), “Caju” (Romero Jucá), “Babel” (Geddel Vieira Lima), “Primo” (Eliseu Padilha), “Carangueijo” (Eduardo Cunha) e “Ferrari” (Delcídio Amaral) ele revelou os verdadeiros políticos (alguns já ex-deputados e ex-senadores) por trás de uma gama de codinomes que movimentava o setor que cuidava dos pagamentos ilícitos da maior empreiteira do Brasil. Em nem todos os casos, contudo, o delator relata se houve pagamentos ilegais ou trocas de favores, muitas vezes por se tratarem também de políticos com os quais ele não mantinha relacionamento. Confira abaixo os apelidos e como eles aparecem na delação de Cláudio Melo:…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo