Campo

PRÓ-FLORESTA. Mais de 10 mil mudas de eucaliptos são entregues a uma dúzia de produtores rurais de SM

Entrega das mudas foi feita pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Município. Objetivo é fomentar a produção de madeira

Por MAURÍCIO ARAÚJO (texto) e DEISE FACHIN (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Dando continuidade aos programas que objetivam o desenvolvimento rural do Município, a Prefeitura de Santa Maria distribuiu, na manhã desta quarta-feira (09), mais de 10 mil mudas de eucaliptos a 12 produtores rurais de Santa Maria. A entrega, viabilizada pelo programa municipal Pró-Floresta, ligado à Secretaria de Desenvolvimento Rural, ocorreu na sede da pasta.  A intenção, conforme o Poder Executivo, é fomentar a produção de madeira no Município.

Já nesta quinta-feira (09), estes e outros produtores receberão capacitação para qualificar suas produções. A Prefeitura e a Emater/RS são quem preparam o “Dia de Campo”, no Distrito de Arroio do Só. Estão previstos cursos de controle da formiga cortadeira, uso de cerca de choque para isolamento de áreas reflorestadas, plantios e manejos florestas e tratamento de madeira.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural, Rodrigo Menna Barreto, as mudas de eucaliptos são para que pequenos bosques sejam plantados pelos produtores. As plantações servem, explica o titular da pasta, como uma alternativa de renda, preservação do Meio Ambiente – já que são poupadas as árvores nativas dos cortes –, e auxiliam em uma demanda crescente da construção civil, que sempre necessita de madeiras para as construções.

“Quero agradecer o carinho de vocês e salientar que, com coragem e determinação, daremos continuidade a estes programas que, certamente, trazem o desenvolvimento rural a Santa Maria”, disse o prefeito Jorge Pozzobom aos produtores.

“Os pequenos produtores poderão comercializar e também utilizar as madeiras para consumo próprio, sem utilizar as de árvores nativas de suas propriedades”, concluiu Menna Barreto.

Somente em 2017, conforme dados da Secretaria de Desenvolvimento Rural, 32 produtores rurais foram beneficiados pelo Pró-Floresta. Ao longo dos quatro anos do programa, já foram distribuídas 80 mil mudas, sendo que cerca de 15 mil delas são de árvores nativas para compensação ambiental.

A plantação de eucaliptos também ajuda na diversificação da produção dos pequenos produtores do Município. É o que diz o piscicultor Roque Ataídes Rodrigues, 54 anos. Segundo ele, futuramente, as madeiras serão comercializadas e, também, auxiliarão nas necessidades da propriedade.

“Acredito no programa, porque além da diversificação, nos beneficia diretamente, com outras oportunidades de produção para a agricultura familiar”, argumentou o produtor.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo