Saúde

SAÚDE. Vereador Francisco Harrisson relata o que encontrou em hospital de referência, em Minas Gerais

Francisco Harisso (PMDB) visitou o Hospital Sofia Feldman, em Belo Horizonte, na semana passada. Foto Divulgação

Por Maria Luiza Guerra / Assessora de imprensa de Francisco Harrisson

Na última quarta-feira (18), o vereador Francisco Harrisson (PMDB) cumpriu agenda no Hospital Sofia Feldman, em Belo Horizonte-MG. A instituição é reconhecida nacionalmente pela qualidade da assistência materno infantil. O edil santa-mariense foi recebido pelo diretor Dr. Ivo de Oliveira Lopes. O Hospital é 100% SUS e, como no resto do país, passa por uma crise financeira.

“A falta de dinheiro não interfere no gabarito do atendimento prestado às mães e bebês”, observou o vereador.

“Queremos propor novidades para melhorar as relações humanas e o Sofia Feldman é o grande exemplo. Este é um hospital pequeno, que empreende um trabalho muito bonito. Fiz o convite para que um médico obstetra e um médico pediatra venham a Santa Maria e participem, no fim de novembro, da 1ª Semana Municipal de Conscientização Contra a Violência Obstétrica. Neste hospital, a atenção, o respeito e o carinho, norteiam os trabalhos”, destacou o vereador.

Harrisson é presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente e coordena o grupo de trabalho em prol do combate à violência obstétrica, formado em parceria com a Comissão de Direitos Humanos e Cidadania. A programação da 1ª Semana Municipal de Conscientização Contra a Violência Obstétrica está sendo montada e, até o momento, o evento conta com palestras nos dias 24 e 25 de novembro (palestrantes à confirmar).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Não comentarei por total desconhecimento do assunto. Em alguns “debates” que ocorrem por aí não teriam tantas peias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo