CIDADE. Prefeitura presente a audiência na AL, para debater venda ilegal de mercadorias contrabandeadas

CIDADE. Prefeitura presente a audiência na AL, para debater venda ilegal de mercadorias contrabandeadas - prefeitura-audiência-na-assembleia

Debate foi nesta segunda-feira, na Assembleia gaúcha, proposto pela Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo

Por THASSIANI PORTO (com foto Divulgação), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Com o objetivo de debater as políticas de controle pelo Estado e municípios no combate ao comércio ilegal de mercadorias contrabandeadas, a Prefeitura de Santa Maria participou, nesta segunda-feira (13), de uma audiência pública na Assembleia Legislativa de Porto Alegre.

O superintendente de Fiscalização, Tiago Candaten, e o chefe de Gabinete do vice-prefeito, Rafael Dulor, representaram o Poder Executivo na audiência que discutiu, além do problema do comércio ilegal de mercadorias contrabandeadas, políticas de segurança pública e fiscal que estão sendo adotadas pela União, Estados e municípios no combate ao problema.

Segundo o superintendente Candaten, a intenção da prefeitura é intensificar a fiscalização do comércio informal em Santa Maria. Para ele, a atividade afeta não só a economia do Município, mas a geração de emprego e renda, além de implicar diretamente na diminuição da arrecadação de impostos.

“Foi um encontro muito proveitoso e com muitas trocas de experiências com outros municípios e setores públicos. O prefeito Jorge Pozzobom quer que intensifiquemos o trabalho de combate à prática do comércio ilegal em nossa cidade. Sendo assim, estamos buscando ideias e soluções para combatê-lo”, explicou o superintendente.

A audiência pública foi proposta pela Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, da Assembleia Legislativa. Participaram do encontro representantes de governo municipais, estaduais, Câmaras de Dirigentes Lojistas e associações comerciais locais, entre outras entidades.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *