PrefeituraSaúde

CIDADE. Casa de Saúde quer o apoio da região para reabrir maternidade. Prefeitura já repassa R$ 200 mil

Reunião ocorreu na tarde desta terça-feira, na sede da 4ª Coordenadoria Regional, com a presença de municípios da região central

Por MAURÍCIO ARAÚJO (texto) e DEISE FACHIN (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Secretários e representantes da Saúde de municípios da Região Central do Estado estiveram reunidos, na tarde desta terça-feira (30), na sede da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (4ª CRS), onde trataram de diversos temas ligados à área. Dentre as principais pautas esteve o pedido da administração da Casa de Saúde para que as prefeituras auxiliem na reabertura do serviço de gineco/obstetrícia no espaço, que está interrompido desde novembro do ano passado.

Na oportunidade, o administrador da instituição, Rogério Carvalho, explicou todos os serviços prestados nesta área, a estrutura disponibilizada no local e os cálculos financeiros, ressaltando que a atual proposta de cofinanciamento do Estado propiciaria um serviço de neonatologia presencial. Conforme ele, é necessário aumentar os incentivos para garantir os plantões presenciais e qualificar os serviços.

A secretária de Saúde, Liliane Mello Duarte, lembrou que os municípios não têm como arcar com mais esta despesa, mas salientou que todos os gestores apoiam a administração da Casa de Saúde em buscar, junto ao Estado, os incentivos. Liliane também ressaltou que a Prefeitura de Santa Maria já colabora com a instituição com um repasse de cerca de R$ 200 mil mensalmente.

“Sabemos da importância e da necessidade de reabrir estes leitos, não só para Santa Maria, mas para toda a região. Então apoiamos o pedido da administração, porém os municípios não têm recursos para aumentar os incentivos”, disse a secretária municipal de Saúde.

Conforme o administrador da Casa de Saúde, de janeiro a outubro de 2017, a instituição realizou 1.012 partos.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo