TRÂNSITO. ATU inicia a implantação de sistema que permite ao usuário rastrear o ônibus via aplicativo

TRÂNSITO. ATU inicia a implantação de sistema que permite ao usuário rastrear o ônibus via aplicativo - ônibus-santa-maria

Usuário terá mais autonomia ao utilizar o transporte público a partir da implantação de geolocalização. Foto Deise Fachin / Prefeitura de SM

Por Ana Bittencourt / Prefeitura de Santa Maria

Em abril de 2017, quando autorizou o reajuste na tarifa do transporte público, o prefeito Jorge Pozzobom elencou uma série de exigências às empresas prestadoras do serviço em Santa Maria. Dentre elas, a possibilidade dos estudantes realizarem pré-cadastro, via internet, para a compra de passagens, medida esta já implantada pela Associação dos Transportadores Urbanos de Santa Maria (ATU). Outra obrigação cobrada pelo chefe do Executivo foi a informatização do sistema de transporte, a partir da instalação de GPS nos ônibus para que os usuários possam, futuramente, acessar informações sobre horários, linhas e itinerários por meio de aplicativos em smartphones.

Para que isso seja possível, nesta semana, a primeira etapa do processo começou a ser implantada, de forma experimental, em dez ônibus da Gabardo Transportes – uma das cinco empresas que compõem o Sistema Integrado Municipal (SIM). Na manhã dessa quarta-feira (10), a iniciativa foi apresentada à secretária de Mobilidade Urbana, Sandra Rebelato, pelo presidente da empresa responsável pelo projeto-piloto, a I3 Tecnologia, Cristiano Silveira dos Santos. Também participaram do encontro o presidente do SIM-SM, Victor Saccol, e o presidente da ATU, Luiz Fernando Maffini.

“Foi uma reunião muito produtiva e pudemos conhecer como será esse sistema que vai dar condições do usuário ter autonomia em relação ao transporte público. Esta é uma exigência do prefeito Jorge Pozzobom e estamos trabalhando para aplicar este serviço que vai beneficiar e muito o usuário em Santa Maria”, afirmou Sandra.

De acordo com Cristiano, os aparelhos de geolocalização começaram a ser instalados nos veículos na última segunda-feira (08). Os equipamentos funcionam com GPS e possibilitam o rastreamento dos ônibus durante o percurso, além de fornecer outras informações como tempo de deslocamento, condições de tráfego, engarrafamentos e precisão do horário de chegada aos pontos de embarque e desembarque.

“É uma forma de tornar o sistema de transporte público mais eficiente e transparente. Futuramente, as informações coletadas agora pelo sistema de monitoramento vão nos dar condições de implantar um aplicativo, que já está sendo finalizado, para que o usuário possa ter todas as informações na palma da mão, a partir de um aparelho celular”, explicou o diretor da I3 Tecnologia.

Além das informações em tempo real, o sistema desenvolvido pela I3 Tecnologia também vai oferecer um “botão de pânico”, permitindo que o condutor do ônibus possa, ao acioná-lo, alertar uma central e as forças de segurança em caso de assaltos, por exemplo.

“Neste momento estamos buscando qualificar e aprimorar o serviço de transporte coletivo em Santa Maria. Na nossa relação com o prefeito Jorge Pozzobom, ficou estabelecido, por meio de decreto, as melhorias que devemos fazer para que o usuário tenha, em Santa Maria, um transporte público mais eficiente”, garantiu Luiz Fernando Maffini.

Benefícios para o usuário do transporte coletivo
Ainda segundo o diretor da I3 Tecnologia, o sistema de monitoramento dos veículos do transporte público vai possibilitar vantagens aos usuários.

“Na questão da segurança, a população vai ficar menos tempo nos pontos de ônibus, uma vez que será possível saber, por meio do aplicativo, em quanto tempo o coletivo vai passar por determinado ponto de embarque. Os trabalhadores também terão a vantagem de saber se o ônibus que o levará de volta para casa está no horário ou atrasado, diminuindo seu tempo de espera na parada”, conclui.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *